Se houvesse um Fiat Panda de Grupo B, provavelmente seria assim

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

One-off

Se houvesse um Fiat Panda de Grupo B, provavelmente seria assim

Talvez inspirado pelo Lancia Delta S4, o Fiat Panda transformou-se num «monstro» de ralis, tudo graças à M-Sport.

Ao mesmo tempo que se prepara para trocar o Fiesta pelo Puma no WRC, a M-Sport lançou “mãos à obra” e, partindo de um pequeno e Fiat Panda de primeira geração, criou um autêntico «monstro de ralis»: o Panda by M-Sport (aka Pandamonium).

Criado para um cliente que pediu um veículo capaz de competir em ralis de asfalto e gravilha, este Panda by M-Sport é o primeiro trabalho da nova divisão da M-Sport, a M-Sport Special Vehicles, e resulta de um cuidado trabalho de «corte e costura».

É que a carroçaria pode ser a de um Fiat Panda, mas o chassis foi herdado do Ford Fiesta R5 de primeira geração (2013 a 2019), razão pela qual a empresa britânica teve de apelar a toda a sua criatividade e engenho para criar este exemplar único.

A NÃO PERDER: Skoda RE-X1 Kreisel. O Skoda Fabia de ralis elétrico com 354 cv
Fiat Panda by M-Sport

Meio Panda, meio Fiesta R5

Como é óbvio, colocar a carroçaria de um Panda no chassis de um Fiesta de ralis nunca seria tarefa fácil. Para o fazer a M-Sport teve de começar por alargar o modesto Panda em 360 mm — já repararam nas mega-cavas das rodas, inspiradas, diz a M-Sport, pelos «monstros» do Grupo B?

Os para-choques também são novos mas a porta da bagageira é original e herdada dos Panda 4×4, apresentando o famoso lettering inscrito na chapa em baixo relevo.

O interior, apesar de inspirado no habitáculo original do Panda, apresenta tudo aquilo que esperamos encontrar a bordo de um carro de ralis: roll-bar, cintos de seis pontos e, claro está, a ausência dos bancos traseiros, substituídos por um conjunto de pneus sobressalentes.

A NÃO PERDER: Fiat Uno Turbo nacional foi vendido por quase 15 mil euros nos EUA

Quanto à mecânica, essa é exatamente a mesma que animava o Ford Fiesta R5 preparado pela M-Sport. Assim sendo, debaixo do capô deste “super Panda” encontramos um 1.6 l EcoBoost com 300 cv e 450 Nm, que são enviados às quatro rodas através de uma caixa sequencial de cinco relações da Sadev.

Fiat Panda by M-Sport
As linhas austeras e simples do interior do Panda são “perfeitas” para o mundo da competição.

Equipado com diferenciais traseiro e dianteiro “feitos à medida”, este Panda by M-Sport promete impressionar nos troços de rali, parecendo ser um rival à altura do mítico (e também pequeno) MG Metro 6R4.

Sabe responder a esta?
Qual foi o primeiro modelo a recorrer a um motor Diesel de injeção direta?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Fiat. A marca que «inventou» os motores Diesel modernos

Mais artigos em Notícias