Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Indústria

Falta de chips já «custou» o ecrã tátil a alguns BMW. Marca vai compensar clientes

A falta de chips terá levado a BMW a abdicar de ecrãs táteis nos Série 3, Série 4 Coupé, Cabrio e Gran Coupe, Z4, X5, X6 e X7.

A crise dos chips continua a “acumular vítimas” e agora foi a BMW a ver-se obrigada a abdicar dos ecrãs táteis em alguns dos seus modelos.

A notícia foi avançada por uma publicação no fórum Bimmerfest e dá conta que os modelos afetados são algumas versões dos Série 3, Série 4 (Coupé, Cabrio e Gran Coupe), Z4 e ainda todas as variantes dos BMW X5, X6 e X7.

Entretanto, a BMW acabou por confirmar esta informação ao site Edmunds, com a marca bávara a justificar a decisão como sendo “o resultado dos problemas nas cadeias de abastecimento que estão a afetar a produção automóvel e a causar a escassez de alguns recursos e opções”.

A NÃO PERDER: Ecrãs táteis? Em 1986 o Buick Riviera já tinha um
BMW X7
O X7 até pode ser o maior BMW de sempre mas nem por isso escapou à escassez de chips.

Sem ecrã tátil, mas com infoentretenimento

Segundo a publicação original, a ausência de chips levou a BMW a abdicar do ecrã tátil em detrimento de um ecrã “normal”. Em resultado desta troca os proprietários destes exemplares só poderão navegar no sistema de infoentretenimento através do controlo iDrive ou dos comandos de voz.

Os exemplares sem ecrã tátil terão o código 6UY (que é sinónimo de “Deletion of Touchscreen” ou “Ausência de ecrã tátil”) colado no vidro e os clientes afetados por esta decisão vão receber um crédito de 500 dólares (cerca de 433 euros) como compensação.

LEIAM TAMBÉM: BMW i4 M50 (544 cv). Melhor do que o Tesla Model 3?

Apesar de não contarem com o ecrã tátil, estes exemplares terão na mesma os sistemas Apple CarPlay e Android Auto. Já as unidades equipadas com o pack “Parking Assistant” não vão poder contar com o “Backup Assistant”.

No fórum Bimmerfest também foi avançado que todos os BMW afetados pela ausência do ecrã tátil, terão de passar por uma atualização de software antes de serem entregues aos clientes.

Fontes: Carscoops; Bimmerfest; Edmunds.

Sabe responder a esta?
Qual era a potência do BMW 333i (E30)?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

BMW 333i (E30). O «primo do M3» que pouca gente conhece

Mais artigos em Notícias