Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Fotos-espia

Novo X1 M35i. Pela primeira vez vai haver um X1 com o «cunho» M Performance

A próxima geração do BMW X1 volta a ser «apanhada» na estrada, desta vez na sua inédita versão de alta performance, a M35i.

Foi durante o verão que tivemos um primeiro vislumbre da terceira geração do BMW X1, o mais pequeno SUV dos bávaros, que está previsto chegar ao mercado no final do próximo ano.

Novo encontro com o futuro X1, agora em Munique, onde os fotógrafos conseguiram «apanhar» a inédita variante M Performance, o X1 M35i.

Nunca houve uma versão “M” na história do X1, apesar de, na primeira geração (E84), que obedecia à arquitetura clássica da BMW (motor em posição longitudinal e tração traseira ou às quatro rodas), ter havido um X1 xDrive35i, equipado com um seis cilindros em linha de 3,0, turbo e 306 cv.

TÊM DE VER: O SUV BMW mais rápido de sempre. Primeiro teste ao BMW X4 M Competition (2022)
BMW X1 M35i fotos-espia © Razão Automóvel

A segunda geração (F48) que temos agora, adotou uma arquitetura «tudo à frente» (motor em posição transversal e tração dianteira ou às quatro rodas), deixou de poder acomodar motores de seis cilindros. Assim, o mais potente dos X1 hoje em dia desdobra-se em duas variantes, gasolina e gasóleo, com ambas a declararem 231 cv obtidos de um bloco de quatro cilindros em linha com 2,0 l.

Mais de 300 cv

Há, no entanto, potencial para mais, como vimos nos mais recentes M135i e M235i, e no ainda mais relevante e próximo «irmão» do X1, o X2 M35i — que foi também o primeiro modelo M Performance de quatro cilindros —, que conseguem extrair do bloco de quatro cilindros (B48) 306 cv de potência.

É precisamente esta variante do B48 de 306 cv a candidata mais provável a equipar o futuro X1 M35i, igualando, curiosamente, a potência do seis cilindros de 3,0 l que equipou a primeira geração.

A BMW consegue, desta forma, ter em catálogo um rival para outros «SUV de corrida», como o Mercedes-AMG GLA 35 ou o Volkswagen T-Roc R, que também oferecem, pelo menos, 300 cv de potência a partir de blocos de 2,0 l de capacidade. Se a potência final vai ficar pelos 306 cv ou não, de momento, não é possível confirmar.

Usando ainda os X2 M35i, M135i e M235i como referência, o futuro X1 M35i também deverá continuar a contar com uma caixa automática de oito velocidades que transmitirá a força do motor, naturalmente, às quatro rodas.

BMW X1 M35i fotos-espia © Razão Automóvel

De resto, o X1 M35i adotará todas as novidades previstas para os seus «irmãos» de gama, destacando-se o interior que não deverá fugir muito ao que vimos no novo Série 2 Active Tourer.

Mais artigos em Notícias