Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Desporto automóvel

Mercedes-Benz junta-se à Audi e BMW e sai da Fórmula E

Acabada de se sagrar campeã mundial na Fórmula E, a Mercedes-Benz anunciou que vai abandonar a competição no final da próxima temporada.

O número de marcas que decidiram abandonar a Fórmula E não para de aumentar e a Mercedes-Benz é a mais recente de uma lista da qual já constavam nomes como a Audi e a BMW.

Poucos dias depois de a Mercedes-EQ ter conquistado os títulos mundiais de pilotos (com Nyck de Vries) e de construtores, a “casa mãe”, a Mercedes-Benz, anunciou que vai abandonar a Fórmula E no final da próxima temporada, antes da chegada da nova geração de monolugares, os Gen3.

Segundo a marca alemã, esta decisão foi tomada “num contexto de reorientação estratégica para o desenvolvimento de veículos elétricos”, com os fundos até agora usados na Fórmula E a serem aplicados ao desenvolvimento de modelos 100% elétricos por forma a acelerar o desenvolvimento de novas propostas.

A NÃO PERDER: Testámos o Mercedes-Benz GLS 400 d. É este o melhor SUV do mundo?
Mercedes-EQ Formula E
A decisão de sair da Fórmula E foi anunciada depois da conquista dos dois títulos esta temporada.

Um dos projetos que vai beneficiar desta mudança de estratégia é o desenvolvimento de três novas plataformas elétricas que serão lançadas já em 2025.

Aposta na Fórmula 1 mantém-se

Ao mesmo tempo que anunciou a saída da Fórmula E, a Mercedes-Benz aproveitou para reforçar o seu compromisso com a Fórmula 1, categoria que vai concentrar os esforços da marca alemã no desporto automóvel e que é vista como um “laboratório para desenvolver e testar tecnologias para um futuro sustentável”.

Acerca desta saída, Markus Schäfer, membro do Conselho de Administração da Daimler AG e Mercedes-Benz AG e responsável pelo Daimler Group Research e diretor de operações da Mercedes-Benz Cars, afirmou: “A Fórmula E tem sido um bom palco para provar e testar a nossa capacidade e estabelecer a marca Mercedes-EQ. No futuro continuaremos a impulsionar o progresso tecnológico — especialmente no campo das mecânicas elétricas — com foco na Fórmula 1”.

Mercedes-EQ Formula E

Já Bettina Fetzer, vice presidente de Marketing da Mercedes-Benz AG relembrou: “Nos últimos dois anos, a Fórmula E permitiu dar a conhecer a Mercedes-EQ (…) contudo, estrategicamente a Mercedes-AMG será posicionada como a nossa marca focada na performance através da sua ligação à nossa equipa de Fórmula 1, e será essa categoria o nosso foco no automobilismo nos próximos anos”.

LEIAM TAMBÉM: Culpem a mobilidade elétrica. Volkswagen diz adeus ao desporto automóvel e à Volkswagen Motorsport

Por fim, Toto Wolff, chefe da Mercedes-Benz Motorsport e diretor executivo da equipa Mercedes-EQ Fórmula E relembrou: “podemos estar orgulhosos daquilo que alcançámos, especialmente os dois campeonatos que conquistámos e que vão ficar na história”.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi revelado o Mercedes-Benz 190 (W201)?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

A história (mal contada) do revolucionário Mercedes-Benz 190 (W201)

Mais artigos em Notícias