Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Desporto automóvel

Depois da Audi, a BMW também vai sair da Fórmula E

A partir da próxima temporada, a BMW vai sair da Fórmula E, pondo fim a uma ligação a esta competição que contava já com sete anos.

O número de marcas que estão a colocar um ponto final no seu envolvimento oficial na Fórmula E continua a aumentar e depois da Audi ter afirmado que vai deixar aquela competição no fim da temporada de 2021 foi a vez da BMW sair da Fórmula E.

A saída desta competição vai ocorrer no final da temporada de 2021 (na mesma altura em que a Audi vai sair) e marca o final do envolvimento da BMW na Fórmula E, envolvimento esse que durava há já sete anos e que desde a quinta temporada (a de 2018/2019) desta competição incluía até uma equipa de fábrica sob a forma da BMW i Andretti Motorsport.

Por falar nesta, desde a sua estreia na temporada de 2018/2019 a BMW i Andretti Motorsport alcançou quatro vitórias, quatro pole positions e nove pódios num total de 24 corridas disputadas.

VÊ TAMBÉM: Porque é que não houve um BMW i8 por parte da Alpina?
BMW Fórmula E

Apesar de a BMW afirmar que o seu envolvimento na Fórmula E permitiu uma transferência de tecnologia bem sucedida entre o mundo da competição e os modelos de produção em áreas como a gestão de energia, ou melhorias ao nível da densidade de potência dos motores elétricos, a marca bávara afirma que as possibilidades de transferência de conhecimento e de avanços tecnológicos entre a Fórmula E e os modelos de produção se esgotaram.

O que vem aí?

Com o saída da BMW da Fórmula E há uma dúvida que rapidamente se coloca: em que área do desporto automóvel irá a marca bávara apostar. A resposta é muito simples e pode até desiludir alguns fãs dos desportos motorizados: nenhuma.

Ao contrário da Audi, que planeia agora apostar não só no Dakar como num regresso às 24 Horas de Le Mans, a BMW não pretende apostar noutra área do desporto automóvel, afirmando: “o foco estratégico do BMW Group está a mudar dentro do campo da mobilidade elétrica”.

Com o objetivo de ter colocado nas estradas um milhão de veículos eletrificados até ao fim de 2021 e de ver esse número aumentar para os sete milhões em 2030 dos quais 2/3 serão 100% elétricos, a BMW quer focar-se na sua oferta de modelos de estrada e na respetiva produção dos mesmos.

BMW Fórmula E
VÊ TAMBÉM: Sinais dos tempos. BMW vai deixar de produzir motores de combustão na Alemanha

Apesar de se preparar para abandonar a Fórmula E, como seria de esperar, a BMW reafirmou que na sua última temporada na competição vai fazer tudo o que estiver ao seu alcance para assegurar bons resultados desportivos com o monolugar BMW iFE.21 pilotado pelo alemão Maximilian Günther e pelo britânico Jake Dennis.

Sabe responder a esta?
Qual é a potência do BMW M8 Competition?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Duelo germano-americano. M8 Competition enfrenta Shelby GT500

Mais artigos em Notícias