Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Apresentação

Opel Grandland. Perde o “X”, mas ganha nova cara e interior

O Opel Grandland renovou-se e além de ter adotado a nova identidade visual da marca viu o "X" desaparecer da sua designação.

Antecipado pelas fotos-espia que vos trouxemos há uns meses, o renovado Opel Grandland acaba de ser revelado e, verdade seja dita, dificilmente alguém o vai confundir com o Grandland X que conhecemos.

Para começar, o nome foi alterado. Até agora conhecido como Grandland X, o maior SUV da marca alemã seguiu as “pisadas” dos seus irmãos mais novos, os Crossland e Mokka, e deixou cair a letra “X” da sua designação.

É no capítulo estético, contudo, que o Grandland apresenta as maiores novidades. Na dianteira o SUV alemão adotou o “ar de família” inaugurado pelo Mokka, que já chegou ao Crossland e será usado no novo Astra, contando com o (já) caraterístico “Opel Vizor”.

A NÃO PERDER: Regresso ao futuro? Opel Manta GSe ElektroMOD: o elétrico com caixa manual

Ainda na nova face encontramos os faróis adaptativos IntelliLux LED® Pixel com 168 LED. A completar a renovação exterior, o Grandland recebeu ainda novos para-choques e painéis laterais pintados na cor da carroçaria.

Interior completamente novo

Tal como o exterior, também o interior do Opel Grandland foi alvo de profundas alterações, apresentando um design marcadamente distinto daquele que conhecíamos da proposta germânica.

Desta forma, o tabliê foi “desenhado” de acordo com as premissas do “Pure Panel”, o sistema de dois ecrãs posicionados lado a lado, um para o sistema de infoentretenimento (que pode ter até 10”) e outro que funciona como painel de instrumentos, que já conhecíamos do novo Mokka.

Opel Grandland
O interior é totalmente novo e já conta com o “Pure Panel”.
VEJAM TAMBÉM: As muitas máscaras do Opel Kadett

Tecnologia em alta

No campo das novidades tecnológicas, o Grandland é, naturalmente, compatível com Apple CarPlay e Android Auto e adota um sistema de carregamento sem fios para o smartphone na consola central.

Por fim, também os sistemas de ajuda à condução foram reforçados, com o novo Grandland a apresentar-se, nas versões com caixa automática, com o sistema “Highway Integration Assist” que consiste num programador de velocidade adaptativo com função Stop & Go.

A NÃO PERDER: Para se fazer ouvir, o Opel Corsa-e Rally usa altifalantes de… navios

A juntar-se a este temos ainda a câmara panorâmica de 360º, o assistente de estacionamento automático, o sistema de alerta de ângulo morto, os alertas de colisão dianteira com travagem automática de emergência e detecção de peões, de saída de faixa, reconhecimento de sinais de trânsito entre outros.

E mais?

Para já a Opel não divulgou que motores que vão equipar o renovado Grandland, contudo, não são previstas novidades neste campo, recorrendo às mesmas motorizações a gasolina, gasóleo e híbridas plug-in que já conhecíamos, com esta última a assumir, previsivelmente, o papel de “topo de gama”.

As primeiras entregas do renovado Opel Grandland, produzido na fábrica alemã de Eisenach, acontecerão no início do outono, com a abertura das encomendas e a revelação dos preços a estar agendada para as próximas semanas.

Sabe responder a esta?
Em que ano ficámos a conhecer o Opel Tigra?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Lembras-te deste? Opel Tigra, o “coupé do povo”

Mais artigos em Notícias