Inédito

Motor a gasolina da Tesla chega em 2025. Só poderá usar combustíveis sintéticos

Elon Musk confirmou-o pessoalmente: a Tesla está a desenvolver um motor a gasolina, chega em 2025, e será "alimentado" apenas com combustíveis sintéticos. Há um português a liderar o projeto.

Para continuar a crescer e chegar a mais mercados onde os elétricos ainda não têm expressão, a Tesla está a desenvolver um novo motor a gasolina alimentado apenas com combustíveis sintéticos, que será apresentado já em 2025.

Uma decisão motivada precisamente pelo advento dos combustíveis sintéticos que terá como consequência, avançam os analistas, o adiar do processo de eletrificação total do automóvel por muitas décadas, prevendo-se que só termine no próximo século.

Os combustíveis sintéticos garantem emissões de gases com efeito de estufa mínimas — afinal usam CO2 capturado da atmosfera como um dos seus principais ingredientes —, eliminando grande parte dos problemas do uso de combustíveis fósseis e fazendo com que o “velhinho” motor de combustão possa ter um importante papel na redução das emissões de gases de estufa.

VEJA TAMBÉM: Porsche vai testar combustíveis sintéticos na Porsche Supercup este ano
Tesla Model 3 2021

O mundo automóvel funciona a várias velocidades e se na Europa e na China o automóvel elétrico afigura-se como o “novo normal” nos próximos 10 a 20 anos, noutras partes do mundo o automóvel elétrico é ainda uma miragem e assim continuará a ser por muito tempo. Os planos expansionistas de Musk para a Tesla ficam assim comprometidos.

Se não podes vencê-los, junta-te a eles

Para cobrir todas as bases, Elon Musk deu luz verde, nas últimas semanas, ao desenvolvimento, alguns diriam inacreditável, de um inédito motor a gasolina na Tesla.

Uma decisão sem precedentes que deixou os clientes e fãs da marca abismados, mas não os mercados — as ações da Tesla devem dar um novo salto nos próximos dias.

Porém, não esperem por um futuro modelo da marca 100%… a combustão. Os futuros modelos com este motor a gasolina continuarão a ser motivados por motores elétricos. Sim, este motor a gasolina funcionará, essencialmente, como gerador, tomando o lugar das baterias. Ou seja, será um veículo híbrido, como já vimos noutras marcas como a Nissan e a Honda.

Elon Musk Tesla
Elon Musk, CEO da Tesla

De momento as informações são ainda muito escassas e nem sequer é possível saber que tipo de motor se trata: será a dois ou quatro tempos? Será um motor de cilindros ou rotores? A especulação é grande, mas vindo da Tesla, certamente será uma solução “fora da caixa”.

Apenas sabemos que todo o desenvolvimento será otimizado para usar combustíveis sintéticos, neste caso gasolina sintética, que devido à sua natureza não tem as mesmas impurezas que a gasolina derivada do petróleo.

No entanto, muito recentemente, vimos um protótipo do Model 3 (na imagem em destaque) com as palavras “Hyper Hybrid” de lado — será assim que a tecnologia vai ser conhecida? De acordo com fontes internas, trata-se de um protótipo preliminar ao qual foi adicionado um pequeno motor de combustão interna (mas não o que a Tesla está a desenvolver) e as baterias retiradas, que serviu para demonstrar o funcionamento de todo o sistema.

TEM DE VER: Mecânico português inventa motor que funciona a vinho tinto

Motor a gasolina com “costela” portuguesa e tecnologia espacial

Não há canto no mundo em que não se fale português e o mesmo acontece em Fremont, na Califórnia, onde a Tesla está sediada. A equipa reunida por Elon Musk para desenvolver este motor a gasolina está a ser liderada por um português: Álvaro Cambota.

Filho de emigrantes portugueses, este engenheiro mecânico captou a atenção de Musk na SpaceX, onde Álvaro Cambota esteve envolvido no desenvolvimento do sistema de propulsão do foguetão Falcon 9.

Falcon 9
Tecnologia desenvolvida para o Falcon 9 será aplicada no novo motor a gasolina da Tesla.

Musk escolheu-o para liderar a equipa, pois o envolvimento de Cambota no desenvolvimento dos motores do Falcon 9 levou a avanços importantes em tecnologias associadas à combustão, que têm aplicação em motores que podem equipar automóveis.

Gigafactory para motores a gasolina da Tesla a caminho de Portugal?

Portugal poderá ter ainda um papel adicional em relação ao motor a gasolina da Tesla. Os contactos estabelecidos entre a Tesla e o Estado português durante o processo para a escolha de um local de construção de uma Gigafactory na Europa — acabou por ir para Berlim, Alemanha — faz com que Portugal esteja agora na linha da frente para a construção de uma Gigafactory… para motores a gasolina.

O processo de decisão ainda não terminou — há mais países que estão a ser considerados —, mas o anúncio oficial acontecerá precisamente daqui a um ano, a 1 de abril de 2022. O motor a gasolina da Tesla chegará ao mercado em 2025, por isso a fábrica terá de estar pronta antes, ainda durante 2024.


Esperamos que tenham apreciado esta história do dia 1 de abril, dia das mentiras. Agora que já nos entretemos, continuem a ver os nossos artigos habituais aqui e subscrevam o nosso canal de Youtube.

Mais artigos em Notícias