Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Motores

Audi não vai desenvolver mais motores de combustão interna

A Audi não vai voltar a produzir novos motores de combustão interna. A confirmação foi feita por Markus Duesmann, diretor geral da marca de Ingolstadt.

A Audi está a preparar-se para um futuro exclusivamente elétrico e não vai voltar a desenvolver novos motores de combustão interna. A confirmação foi feita por Markus Duesmann, diretor geral da fabricante germânica, à publicação alemã Automobilewoche.

Daqui em diante, e segundo Duesmann, a Audi vai limitar-se a atualizar as unidades Diesel e gasolina existentes para responder às regulamentações de emissões cada vez mais rigorosas.

Markus Duesmann foi peremptório e não deixou margem para quaisquer dúvidas: “Não vamos desenvolver mais nenhum novo motor de combustão interna, mas vamos adaptar os nossos motores de combustão interna existentes às novas diretrizes de emissões”.

A NÃO PERDER: Audi e-tron GT. Estivemos nos bastidores com os responsáveis pelo Audi de produção mais potente de sempre
Markus Duesmann
Markus Duesmann, diretor geral da Audi. AUDI AG

Duesmann citou os desafios cada vez mais exigentes da União Europeia para justificar esta decisão e lançou um olhar muito crítico sobre a norma Euro 7, que deverá entrar em vigor em 2025, afirmando que o meio ambiente pouco tem a ganhar com esta decisão.

Os planos da União Europeia para um padrão de emissões Euro 7 ainda mais rígido são um enorme desafio técnico e, ao mesmo tempo, trazem poucos benefícios para o meio ambiente. Isso restringe extremamente o motor de combustão. 

Markus Duesmann, diretor geral da Audi

Ofensiva elétrica a caminho

Daqui para a frente a marca de Ingolstadt vai eliminar lentamente os motores de combustão da sua gama e substituí-los por unidades totalmente elétricas, cumprindo assim o objetivo — anunciado em 2020 — de contar com um catálogo de 20 modelos elétricos em 2025.

Depois do SUV e-tron (e e-tron Sportback) e do desportivo e-tron GT, segue-se o Audi Q4 e-tron, um pequeno SUV elétrico que será apresentado ao mundo em Abril e que chega ao mercado português em maio, com preços a partir de 44 700 EUR.

Audi Q4 e-tron
Audi Q4 e-tron chega ao mercado português em maio.

Em declarações à Automobilewoche, Markus Duesmann afirmou que o Q4 e-tron “será acessível para muitas pessoas” e que servirá de “porta de entrada para a mobilidade elétrica da Audi”. O “patrão” da fabricante alemã foi mais longe e mostrou-se mesmo muito otimista face ao próximo modelo totalmente elétrico da marca: “Vai vender bem e garantir números significativos”.

A NÃO PERDER: Q6 e-tron. As primeiras fotos-espia do novo SUV 100% elétrico da Audi

Audi totalmente elétrica em 2035

Em janeiro deste ano, citado pela publicação Wirtschafts Woche, Markus Duesmann já tinha revelado que a Audi está decidida a descontinuar a produção de motores de combustão interna, a gasolina ou a gasóleo, dentro de 10 a 15 anos, admitindo assim que a marca de Ingolstadt se poderá tornar uma fabricante totalmente elétrica já em 2035.

Audi A8 Híbrido Plug-In
Audi A8 pode vir a ter versão Horch com motor W12.

Contudo, e de acordo com a publicação Motor1, antes da despedida absoluta da Audi aos motores de combustão interna ainda teremos o Canto do Cisne do motor W12, que, ao que tudo indica, vai “animar” uma versão ultra-luxuosa do A8, recuperando a denominação Horch, uma marca de automóveis de luxo alemã fundada por August Horch no início do século XX, tendo feito parte da Auto Union, juntamente com a Audi, a DKW e a Wanderer.

Fonte: Automobilewoche.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi lançado o primeiro Volvo de produção com motor V8?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

O Último dos… Volvo com um motor V8
Em cheio!!
Vá para a próxima pergunta

ou leia o artigo sobre este tema:

O Último dos… Volvo com um motor V8

Mais artigos em Notícias