Apresentação

American muscle: a F-150 Raptor tem uma nova geração e vem aí um V8

A nova Ford F-150 Raptor já se deu a conhecer, no entanto, as expectativas estão centradas na versão (ainda) mais radical, a Raptor R, que chega em 2022 com um motor V8.

Uma das pick-up mais radicais do mundo, a Ford F-150 Raptor conheceu em 2021 a sua terceira geração e as expectativas não podiam ser mais altas.

É que além da versão “normal”, a radical pick-up norte-americana que tem na Ranger Raptor uma espécie de versão miniaturizada vai contar com uma variante ainda mais potente equipada com um motor V8.

Para já, ainda pouco se sabe acerca da F-150 Raptor R a não ser que vai contar com um V8 para fazer frente à Ram 1500 TRX. Que motor vai ser esse? Os rumores apontam em duas direções: ou o V8 com 5.2 l e um compressor usado pelo Mustang Shelby GT500 ou um V8 com 7.3 l da Ford.

VÊ TAMBÉM: Covid-19. Ford cria nova máscara translúcida e kit de filtragem de ar
Ford F-150 Raptor

E a versão “normal”

A variante “normal” da F-150 Raptor manteve-se fiel ao V6 EcoBoost biturbo com 3.5 l da anterior geração. Atualizado para esta nova F-150 Raptor, os valores de potência e binário continuam a ser uma incógnita.

Esteticamente, a nova geração mantém-se fiel ao visual agressivo das suas antecessoras, contando com para-choques em aço e uma dupla saída de escape. Já em opção, a F-150 Raptor pode contar com luzes para todo o terreno.

Ford F-150 Raptor
VÊ TAMBÉM: Há que ser criativo para vender um Ford Focus usado

Dinâmica à altura das prestações

De série todas as novas F-150 Raptor vão contar com um diferencial eletrónico traseiro, sendo que, em opção, podem ser equipadas com um diferencial Torsen dianteiro.

Como seria de esperar, a nova Raptor conta com uma série de novas tecnologias para a ajudar quando os caminhos se tornam mais difíceis. Um deles é o novo “Terrain Management System” com sete modos de condução: “Slippery”, “Tow/Haul”, “Sport”, “Normal”, “Off-Road”, “Baja” e “Rock Crawl”.

Ford F-150 Raptor
A nova Raptor conta de série e em exclusivo com o sistema “Trail 1-Pedal Drive” que foi desenvolvido para ajudar em situações difíceis de todo o terreno. Este permite concentrar as funções do travão e do acelerador apenas no pedal do acelerador (pressiona-se para avançar e solta-se para travar).

Estes modos ajustam a resposta da direção, da transmissão, do controlo de estabilidade, da válvula ativa do escape, do acelerador e do sistema de amortecimento ativo.

Por falar no amortecimento, este está a cargo dos novos amortecedores controlados eletronicamente Fox Live Valve, os maiores e mais rápidos alguma vez usados por uma Raptor. Segundo a Ford, estes conseguem alterar as taxas de amortecimento 500 vezes por segundo.

A NÃO PERDER: Agora a Ford Ranger Raptor também tem uma versão para as pistas

As maiores novidades estão “debaixo da pele”

As grandes novidades da nova Ford F-150 Raptor surgem no campo do chassis de longarinas, que foi reforçado e redesenhado para acomodar uma suspensão desenvolvida especialmente para a Raptor.

Já os pneus podem ser de 35” ou de 37”, sendo os segundos os maiores pneus instalados numa pick-up das dimensões da Raptor. Graças a eles, a pick-up alcança ângulos todo o terreno referenciais: 33,1º de ataque, 24,9º ventral e 24,4º de saída.

Ford F-150 Raptor

Curiosamente, a adoção destes pneus obrigou a Ford a adaptar a linha de produção para que as F-150 Raptor com estes pneus lá coubessem, com a solução a demorar 15 meses a ser encontrada.

Para já, ainda não se sabe se a F-150 Raptor chegará à Europa, no entanto, não nos admirávamos se esta viesse a ser importada como acontece com o Mustang Shelby GT500.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi lançado o Ford Escort RS Cosworth?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

A radical asa traseira (de origem) que o Ford Escort RS Cosworth não teve

Mais artigos em Notícias