Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Marco

Histórico. Já foram produzidas um milhão de unidades do Porsche Cayenne

Originalmente lançado em 2002, o Porsche Cayenne alcançou, 18 anos depois, a marca histórica do um milhão de unidades produzidas.

Nascido no já longínquo ano de 2002, o Porsche Cayenne foi um pioneiro na marca. Senão vejamos. Além de ter sido o primeiro SUV da marca, foi também o primeiro modelo produzido em série pela Porsche a ter cinco portas e teve até a “honra” de ser o primeiro automóvel da Porsche com… motor Diesel.

Ora, se há 18 anos o seu lançamento foi motivo de longas discussões e esteve envolto em grande polémica (afinal de contas até então a Porsche apenas fazia desportivos), hoje é inegável a importância que o SUV teve para a marca alemã.

Responsável pelo enorme salto dado no início do século XXI — se o Boxster salvou a Porsche nos anos 90, foi o Cayenne que fez crescê-la para os volumes de hoje —, o Cayenne foi ainda responsável pela “fundação” de um segmento onde muitas marcas hoje concorrem: o dos SUV de luxo desportivos.

VÊ TAMBÉM: Porsche e Siemens Energy vão produzir combustíveis sintéticos no Chile a partir de 2022

Uma história já longa

Revelado no Salão de Paris em 2002, o Porsche Cayenne conta já com três gerações. A primeira manteve-se no mercado até 2010 e além das sempre apetecíveis variantes Turbo, Turbo S, e GTS, teve na versão Diesel o seu grande destaque.

Surgida apenas em 2009 aquando do facelift da primeira geração do Cayenne, esta recorria aos serviços do 3.0 V6 TDI com 240 cv e 550 Nm. Escusado será dizer que, tendo em conta a “moda Diesel” que se vivia na Europa naquela época depressa esta variante conheceu sucesso.

VÊ TAMBÉM: O desporto motorizado continua a fazer sentido. A Porsche é a prova disso mesmo

Mais leve que a antecessora, a segunda geração nascida em 2010 manteve-se fiel ao Diesel (recebeu uma variante “S” a gasóleo com o V8 TDI de 385 cv) e eletrificou-se com a primeira versão híbrida, abrindo as portas a uma tendência que é, cada vez mais, a norma.

Desta forma, além da variante Hybrid nascida em 2010, a segunda geração do Cayenne conheceria ainda uma variante híbrida plug-in em 2014. Designado Cayenne S E-Hybrid, este tinha entre 18 e 36 km de autonomia elétrica (NEDC).

VÊ TAMBÉM: Porsche Unseen. Os modelos que a Porsche (infelizmente) nunca produziu

Já a terceira e atual geração surgiu em 2017 e abandonou o Diesel, apostando apenas na gasolina e nos cada vez mais comuns híbridos plug-in. Entretanto em 2018 a “família” cresceu, tendo passado a contar com uma variante Coupé.

Agora, 18 anos depois do lançamento do seu primeiro SUV, a Porsche está de parabéns, tendo visto sair da linha de produção a unidade um milhão do Cayenne, neste caso particular um Cayenne GTS pintado na cor Carmine Red que já foi comprado por um alemão.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi revelado o protótipo Porsche C88?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

C88. Fica a conhecer o “Dacia Logan” da Porsche para a China

Mais artigos em Notícias