Antecipação

Project Chaos. 3000 cv de pura insanidade grega chega em 2021

Da Grécia chega-nos a notícia de que está a nascer um novo hiperdesportivo, ou melhor um "ultracar" com… 3000 cv: o Spyros Panopoulos Project Chaos é de loucos.

O Spyros Panopoulos Project Chaos está determinado em colocar a Grécia no mapa dos hiperdesportivos — sim, a Grécia… Parece inverosímil? Bem… e porque não? Hoje em dia existe uma sueca Koenigsegg ou uma croata Rimac. Nações que, não faz assim tanto tempo, nunca diríamos que pudessem ser o berço de alguns dos hiperdesportivos mais mirabolantes de sempre.

Spyros Panopoulos é o nome do fundador da homónima Spyros Panopoulos Automotive e, até agora, era mais conhecido por ser o dono da eXtreme Tuners. A preparadora grega ficou conhecida por criações como o seu recordista Mitsubishi Evolution, que percorreu os 402 m de uma pista de drag em apenas 7,745s a 297 km/h! Ou então, por um Gallardo de… 3500 cv!

A decisão de agora criar, do zero, o seu próprio carro, vem do desejo de Spyros Panopoulos mostrar o que deve ser um verdadeiro hiperdesportivo. De tal forma que ele afirma que o seu Project Chaos dará origem a toda uma nova categoria de automóveis: os ultracars, ou ultracarros.

TENS DE VER: Pistões impressos 3D da Porsche são mais leves e até dão… mais cavalos

Bem, ao olhar para os números (bem grandes) já avançados estamos inclinados a concordar com ele: 2000 cv para início de conversa, 3000 cv na versão mais potente, e acelerações previstas na casa dos 2-3 g. Números que têm o seu quê de… insano.

Começar do zero

Praticamente tudo o que veremos no Project Chaos será a começar do zero, desenvolvido e concebido pela própria Spyros Panopoulos Automotive, a começar pelo motor.

Spyros Panopoulos
Spyros Panopoulos, fundador da Spyros Panopoulos Automotive

Este é um V10 com 4.0 l de capacidade e dois turbos. Como é que conseguem extrair 2000 cv e 3000 cv — 500 cv/l e 750 cv/l, respetivamente — sem “derreter” o comparativamente compacto bloco? Não só os dois turbocompressores são de dimensões consideráveis, como os materiais e o tipo de construção usados são incomuns, mas necessários para alcançar números tão elevados.

A larga maioria dos componentes que fazem parte do motor (e não só) recorrem à impressão 3D. É o que possibilita o design dos componentes dignos de um filme de ficção científica, de aparência extremamente orgânica, que podemos ver nas imagens.

Pistões, bielas, cambota, mas também as pinças de travão ou as jantes recorrem a este método de construção. E os materiais não podiam ser mais exóticos.

Na versão… base, com meros… 2000 cv às 11 000 rpm, o 4.0 V10 traz dois turbocompressores de 68 mm construídos em fibra de carbono, as árvores de cames são em titânio, assim como os pistões, bielas e cambota, e as válvulas em Inconel.

Para chegar aos 3000 cv, o 4.0 V10 vê o seu teto máximo de rotações subir às 12 000 rpm, os turbocompressores crescer até aos 78 mm, os pistões trocados por outros em cerâmica e as bielas por outras em fibra de carbono.

Turbina em fibra de carbono
Turbina em fibra de carbono ΧΤ

Passar os exagerados números para o solo estará a cargo de uma caixa de dupla embraiagem de oito velocidades com a tração a ser, compreensivelmente, às quatro rodas. Ainda que, ao que tudo indica, apenas 35% da força total do todo-poderoso V10 chegará ao eixo dianteiro.

É impossível não largar uma lágrima em antecipação pelos pobres pneus que terão de lidar com estes números.

Estes, como devem imaginar, estão a ser desenvolvidos especificamente para o Project Chaos. O que para já se sabe é que têm 355 mm de largura (presumimos que atrás), e envolvem jantes de 22″ de diâmetro e 13″ de largura — à frente são usadas umas mais modestas jantes de 21″ com 9″ de largura. Também elas podem ser em titânio ou em fibra de carbono.

TENS DE VER: Czinger 21C. Mais que um hiper-desportivo, é uma nova forma de fazer automóveis

Deve ser rápido, não?

Com estes números, e com a promessa de ser relativamente leve — a relação peso-potência deverá ser, no caso da versão de 3000 cv, de… 0,5 kg/cv (!) — as prestações avançadas são avassaladoras, mas ainda a necessitar, claro, de confirmação.

Os 100 km/h chegam em 1,8s, mas os valores que nos deixam de olhos arregalados são os parcos 2,6s dos 100 aos 200 km/h, ou os ainda mais curtos 2,2s dos 160 aos… 240 km/h. O Project Chaos tem tudo para ser o automóvel mais rápido do mundo — juntando-se aos candidatos Jesko Absolut, Tuatara e Venom F5 —, prometendo também atingir os 500 km/h.

Conseguir parar este… ultracarro ganha uma importância fulcral. As pinças em magnésio, também impressas, mordem enormes discos em cerâmica com 420 mm de diâmetro que devem garantir todo o poder necessário para parar eficazmente este monstro digno da mitologia grega.

Mais exótico que os… exóticos

A manter tudo no lugar está uma muito rígida e leve monocoque em Zylon — um termoendurecido em polioxazol com uma estrutura liquido-cristalina —, um material extremamente forte, mas também muito leve, que se superioriza à mais comum, neste universo dos hiperdesportivos, fibra de carbono. Zylon é usado atualmente em alguns componentes para monolugares de Fórmula 1 e… naves espaciais.

A complementar a monocoque há subestruturas em alumínio à frente e atrás, a carroçaria é em fibra de carbono e há também partes em kevlar. Os bancos estão embutidos na própria monocoque.

O showoff de materiais exóticos continua nos escapes, com recurso a Inconel, fibra de carbono e titânio para a sua constituição… E claro, também é impresso.

Spyros Panopoulos Project Chaos
Arte?

Apesar de ainda não ter sido revelado, a Spyros Panopoulos Automotive já deixou escapar mais algumas características do Project Chaos. Será bastante baixo, com apenas 1,04 m de altura, e muito largo, com 2,08 m de largura, precisamente o dobro da altura. Também já sabemos que será capaz de produzir 1740 kg de downforce.

Interior conectado

Se o motor e chassis revelam um forte conteúdo tecnológico, o interior não lhe ficará atrás — o Project Chaos promete ser uma muito bem conectada e extremista máquina. Terá uma ligação 5G, e um head-up display bastante avançado, com tecnologia de realidade aumentada.

VÊ TAMBÉM: Três carros querem atingir os 500 km/h. Sabes quais são?

Quando chega?

A data de apresentação pública estava prevista acontecer em março de 2021, por ocasião do Salão de Genebra. Como recentemente ficámos a saber, não haverá Salão de Genebra (também) no próximo ano. Agora teremos de aguardar que a Spyros Panopoulos Automotive anuncie quando e como será revelado ao mundo este ultracarro insano.

Ao contrário de outras máquinas extremistas, como o Devel Sixteen — o monstro dos 5000 cv —, as probabilidades são mais favoráveis a ver o Project Chaos na estrada. A eXtreme Tuners tem um histórico muito interessante no desenvolvimento de componentes mecânicos para suportar os números insanos de cavalos das suas preparações, pelo que esta nova máquina criada de raíz é a aplicação prática das lições aprendidas ao longo dos anos.

Agora temos de aguardar por 2021 para que a Spyros Panopoulos Automotive demonstre que o Project Chaos consiga fazer tudo o que promete.

Spyros Panopoulos Project Chaos
Por enquanto, só temos este vislumbre da máquina mais radical a sair da Grécia desde… sempre.

Fontes: Carscoops e Drive Tribe.

Mais artigos em Notícias