Ir à Lua

Esqueçam o Bruce Willis. NASA pede ajuda à indústria automóvel

Não, não há um asteróide para rebentar. A NASA pede auxílio à indústria automóvel para criar o próximo veículo de exploração lunar.

A NASA (National Aeronautics and Space Administration) está a precisar de auxílio e desta vez não é para rebentar um asteróide em rota de colisão com a Terra, onde só o Bruce Willis nos pode salvar. A NASA precisa de desenvolver um novo veículo de exploração lunar, e é à indústria automóvel que é dirigido o seu pedido de auxílio.

A NASA emitiu dois requisitos de informação à indústria no geral e a especialistas em mobilidade.

Um para o desenvolvimento de sistemas de mobilidade robóticos para transportar instrumentos (de leitura) sobre a superfície lunar — o objetivo é o de fazer várias pesquisas científicas cobrindo vastas áreas de terreno, incluindo aquelas que poderão ser inacessíveis a humanos.

VÊ TAMBÉM: Elon Musk vai enviar um Tesla Roadster para o espaço. Porquê?
Lunar Rover Veicle

O segundo, esse sim, para o desenvolvimento de um novo veículo de exploração lunar, despressurizado (veículo aberto), capaz de transportar os astronautas para os ajudar a explorar e a conduzir experiências na superfície lunar, e com um destino concreto em mente: o pólo sul da Lua.

A NASA procura respostas por parte da indústria automóvel e especialistas em mobilidade em soluções tecnológicas comerciais de ponta, assim como estratégias de aquisição para este seu novo veículo de exploração lunar.

O máximo que podemos esperar da tripulação nos seus fatos espaciais é meia milha (800 m). Se conseguirmos colocar um rover perto de um local de alunagem antes da tripulação chegar, o potencial de retorno científico nessas primeiras missões crescerá exponencialmente.

Marshall Smith, diretor de programas de exploração lunar humana na Direção de Missão de Exploração e Operações Humanas, NASA

No passado, o auxílio do Lunar Rover Vehicle (LRV), que podem ver nas imagens. permitiu expandir consideravelmente a área total explorada pelos astronautas — de pouco mais de meia milha (800 m) durante a missão Apollo 11, até 15 mi (24 km) durante as missões Apollo 15-17.

Artemis

O desenvolvimento de um novo veículo de exploração lunar insere-se no programa espacial Artemis, o maior e o mais ambicioso até à data por parte da NASA, com o regresso à Lua a ser visto como um passo intermédio para testar novos sistemas e tecnologias, em preparação para o primeiro voo tripulado até Marte, a acontecer durante a década de 30. Se tudo correr como planeado, o “próximo homem e a primeira mulher” pisarão a superfície lunar no ano de 2024.

Sabes responder a esta?
O concept Mercedes-Benz Vision AVTR apresentado no CES 2020 foi inspirado em que filme?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Estivemos no CES 2020. Tudo o que precisas de saber

Mais artigos em Notícias