Apresentação

Revelado. Fica a saber tudo sobre o novo SEAT Leon 2020

E aqui está ele, o novo SEAT Leon 2020, a quarta geração de um modelo que continuará a ser um dos pilares fundamentais da marca espanhola. Fica a conhecer todas as novidades sobre o novo modelo.

A SEAT está em boa forma e recomenda-se. Ainda recentemente noticiámos que 2019 foi um ano de recordes para a marca espanhola e um dos principais responsáveis foi o SEAT Leon. Responsabilidades acrescidas para o novo SEAT Leon 2020, a quarta geração do bem sucedido modelo.

Apesar da era SUV que vivemos —  e que também tanto ajudaram a SEAT a crescer — se dúvidas houvesse da importância do novo SEAT Leon para o futuro da marca o seu (muito recente) CEO, Carsten Isensee, retirou-as:

“O SEAT Leon continuará a ser um pilar fundamental para a marca.”

SEAT Leon 2020
VÊ TAMBÉM: SEAT reforça frota de mega-camiões com mais duo trailers e giga trailers

Desenhado, desenvolvido e produzido em Barcelona, o novo SEAT Leon demorou sensivelmente quatro anos a desenvolver, com um custo de 1,1 mil milhões de euros. As expetativas são elevadas para o desempenho da quarta geração do modelo. Vamos conhecê-lo mais em pormenor.

Design

O novo SEAT Leon assenta sobre uma evolução da MQB, denominada MQB… Evo. Em relação ao anterior, o novo Leon é 86 mm mais comprido (4368 mm), 16 mm mais estreito (1800 mm) e 3 mm mais baixo (1456 mm). A distância entre eixos cresceu 50 mm, sendo agora de 2683 mm.

A carrinha, ou Sportstourer em linguagem SEAT, é mais comprida 93 mm (4642 mm) relativamente à sua antecessora e com 1448 mm de altura é também 3 mm mais baixa.

SEAT Leon 2020

O carro mantém a capacidade de bagageira do antecessor — cerca de 380 l —, mas a Sportstourer vê a sua capacidade crescer para uns referenciais 617 l, mais 30 l que a antecessora.

As proporções são algo distintas do antecessor, com um capot mais comprido e frente mais vertical, e estilisticamente adota a nova identidade da marca espanhola, introduzida pelo SEAT Tarraco, visível no conjunto grelha-faróis. Atrás, o destaque passa pela união das óticas traseiras e também pelo novo lettering cursivo que identifica o modelo (estreado no Tarraco PHEV).

O interior aposta também mais na evolução, mas de maiores tendências minimalistas, com mais funções a estarem concentradas no sistema de info-entretenimento — composto por um ecrã tátil de até 10″ —, em detrimento de botões físicos.

Como no exterior — LED tanto à frente como atrás —, a iluminação é um tema em destaque no interior, com o novo Leon a possuir luz ambiente que “atravessa” todo o painel de bordo, prolongando-se pelas portas.

VÊ TAMBÉM: SEAT Leon Cupra R ST. Lobo em pele de… isso mesmo!

O primeiro SEAT totalmente conectado

A digitalização crescente é uma característica forte na quarta geração do modelo. O painel de instrumentos é 100% digital (10,25″), e o sistema de info-entretenimento de série tem 8,25″, podendo crescer até 10″ com o sistema Navi com navegação 3D conectada, ecrã Retina, e comandos por voz e gestos.

SEAT Leon 2020

O sistema Full Link encontra-se presente — o que permite ligar o teu smartphone ao carro —, como o Apple CarPlay (a SEAT é a marca que detém a maior taxa de uso desta funcionalidade, de acordo com a própria) e o Android Auto. Existe ainda como opção uma Connectivity Box que adiciona carregamento por indução.

Integra ainda um eSim permitindo conectividade permanente, abrindo novas possibilidades, como o download de aplicações, acesso a novos produtos e serviços digitais, e acesso a informação em tempo real.

Não podia faltar uma aplicação, SEAT Connect app, para instalar no smartphone que permite mais possibilidades, desde informação relativa à condução e estado do veículo, como alertas anti-roubo, e com funcionalidades específicas para as versões híbridas plug-in.

SEAT Leon 2020

Motores: diversidade de escolha

Escolha não falta no que toca a motorizações para o novo SEAT Leon — um pouco à imagem do que vimos na apresentação do seu “primo” Volkswagen Golf.

A eletrificação assume maior protagonismo com a introdução de motorizações mild-hybrid que serão identificadas com a sigla eTSI e híbridas plug-in, ou eHybrid em linguagem SEAT. Os motores a gasolina (TSI), Diesel (TDI) e a gás natural comprimido (TGI) também fazem parte do portefólio. A lista de todas as motorizações:

  • 1.0 TSI (ciclo Miller e turbo de geometria variável) — 90 cv;
  • 1.0 TSI (ciclo Miller e turbo de geometria variável) — 110 cv;
  • 1.5 TSI (ciclo Miller e turbo de geometria variável) — 130 cv;
  • 1.5 TSI — 150 cv;
  • 2.0 TSI — 190 cv, só com DSG;
  • 2.0 TDI — 110 cv, só com caixa manual;
  • 2.0 TDI — 150 cv, caixa manual e DSG (na carrinha pode ainda ser associada à tração integral);
  • 1.5 TGI — 130 cv, 440 km autonomia com CNG;
  • 1.0 eTSI (mild-hybrid 48 V) — 110 cv, só com DSG;
  • 1.5 eTSI (mild-hybrid 48 V) — 150 cv, só com DSG;
  • eHybrid, 1.4 TSI + motor elétrico — 204 cv potência combinada, bateria de 13 kWh, 60 km autonomia elétrica (WLTP), DSG 6 velocidades.

Mais assistentes à condução

Não seria de esperar outra coisa que não o reforço da segurança, sobretudo ativa, com a adoção de mais assistentes à condução a permitir condução semi-autónoma.

Para o conseguir o novo SEAT Leon pode vir equipado com cruise control adaptativo e preditivo (ACC), Emergency Assist 2.0, Travel Assist (disponível brevemente), Side e Exit Assist e Controlo de Chassis Dinâmico (DCC).

SEAT Leon 2020

Após pararmos na berma e abrirmos a porta para sair do carro, o novo SEAT Leon pode ainda alertar-nos se aproxima-se algum veículo com o sistema Exit Warning. Se for o passageiro a sair do lado da berma, o mesmo sistema pode alertar para ciclistas ou peões que se aproximem rapidamente do veículo, de modo a evitar uma potencial colisão.

VÊ TAMBÉM: Entrevistámos Isidre López, o «guardião» da história da SEAT

Quando chega?

Não vamos ter de esperar muito pela nova geração do familiar compacto espanhol. A sua apresentação pública acontecerá no próximo Salão de Genebra no início de março, com a sua comercialização a iniciar-se no segundo trimestre de 2020. De momento não foram avançados preços para o novo SEAT Leon.

Mais artigos em Notícias