Mercado

Novo ano, novo recorde de vendas da Mercedes-Benz em Portugal

Para além de mais um recorde de vendas da Mercedes-Benz em Portugal, o final de 2019 confirmou-a, novamente, como a terceira marca mais vendida no país.

Já começa a ser um hábito. Dá-se a mudança do ano e a Mercedes-Benz tem mais um recorde de vendas em Portugal. Depois de em 2018 ter alcançado um recorde absoluto no mercado nacional, em 2019 a Mercedes-Benz “repetiu a dose” e superou a marca do ano anterior.

No ano passado a Mercedes-Benz vendeu um total de 16 561 automóveis, um valor que não só representa um aumento de 0,6% face a 2018 como corresponde a uma quota de mercado de 7,4%, uma das maiores em toda a Europa, e que lhe permitiu ser a terceira marca automóvel mais vendida em Portugal nos ligeiros de passageiros.

Para além da Mercedes-Benz, também a Smart tem motivos para comemorar. Em 2019 a marca que, a partir de 2020 passa a ser 100% elétrica cresceu 27% face a 2018, comercializando 4071 unidades, um número que contribuiu para uma quota de mercado de 1,8% e para alcançar o melhor ano de sempre da marca em Portugal.

VÊ TAMBÉM: Já conduzimos o Mercedes-Benz EQS, o Classe S dos elétricos

Os 1,8% de quota alcançados pela Smart em Portugal são o valor mais alto em todo o mundo (a par do mercado italiano). A impulsionar o crescimento da marca estiveram, acima de tudo, as vendas das últimas unidades com motor de combustão que corresponderam a 90% das vendas totais da Smart.

Smart fortwo

Os best-seller

Sem grandes surpresas, o best-seller da Mercedes-Benz foi o Classe A, cujas vendas cresceram 23,2% face a 2018 e do qual foram comercializadas 7001 unidades. Se a estes números juntarmos as vendas do Classe A Limousine (834 unidades), no total de 2019, foram vendidos 7835 exemplares da Classe A da Mercedes-Benz.

VÊ TAMBÉM: Este é o novo Mercedes-Benz GLA. O oitavo elemento
Mercedes-Benz Classe A

No segundo lugar de vendas da Mercedes-Benz surge a Classe C Station com 1056 unidades vendidas. Também a Classe E alcançou bons resultados, com a gama (que inclui o CLS e o GLE) a contabilizar um total de 1962 unidades vendidas em 2019.

VÊ TAMBÉM: O Mercedes-Benz GLE Coupé só chega em junho, mas já sabemos quanto vai custar
Mercedes-Benz E 300 de Station © Raul Mártires / Razão Automóvel
Mercedes-Benz E 300 de Station

Modelos eletrificados também ajudaram

Como seria de esperar, os híbridos plug-in da Mercedes-Benz (EQ Power) também ajudaram a Mercedes-Benz a alcançar este novo recorde de vendas em Portugal, representando um total de 7,5% das vendas da marca alemã.

VÊ TAMBÉM: Testámos os híbridos plug-in do Classe E, a gasolina e também a gasóleo
Mercedes-Benz E 300 e Limousine © Raul Mártires / Razão Automóvel
Mercedes-Benz E 300 e Limousine

Se a estes acrescentarmos os modelos com a tecnologia híbrida (EQ boost), os modelos eletrificados da Mercedes-Benz corresponderam a um total de 9% das vendas da marca alemã.

Já no extremo oposto, a Mercedes-AMG também viu as vendas crescerem, alcançando um total de 322 unidades comercializadas, um valor que corresponde a um crescimento de 57,1% face a 2018.

Sabes responder a esta?
Qual é a capacidade da bagageira do Mercedes-Benz GLC Coupé?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Testámos o Mercedes-Benz GLC Coupé mais barato que podes comprar

Mais artigos em Notícias