Antevisão

Parece que é desta. Sucessor do Nissan 370Z já mexe

Já se trabalha num sucessor do Nissan 370Z, que deverá chegar nos próximos 18-24 meses: ainda coupé, ainda com V6, ainda com caixa manual.

Rumores para um sucessor do Nissan 370Z circulam aos anos — há dois anos já falávamos dele —, mas o desenvolvimento da nova máquina teima em não arrancar. Agora, parece que a espera acabou, de acordo com a norte-americana Autoblog.

A publicação avança com a notícia que a Nissan já trabalha afincadamente no sucessor do coupé desportivo, de acordo com fontes que já viram o design final do desportivo em apresentações aos concessionários.

A Nissan, oficialmente, não confirma tal desenvolvimento, mas para reforçar o argumento, não faz muito tempo, foi visto um 370Z em testes no circuito de Nürburgring. Mais um indício de que por detrás deste fumo pode muito bem haver fogo.

VÊ TAMBÉM: Uma semana INTEIRA ao volante do Nissan 370Z Nismo
Nissan 370Z
Project Clubsport 23, um Nissan 370Z com turbo — uma amostra do que podemos esperar para o seu sucessor?

Continuará a ser um coupé

As boas notícias é que o coupé desportivo continuará a ser um… coupé desportivo. Num mundo que parece transformar todos os coupés do passado (e presente) em crossovers — Eclipse Cross, Mustang Mach-E e Puma —, é refrescante saber que o sucessor do Nissan 370Z manter-se-á igual a ele próprio.

De acordo com as fontes da Autoblog, o design do novo coupé manterá as proporções gerais do 370Z que já conhecemos, mas o estilo evocará vários membros da linhagem Z. Na dianteira haverá ecos do “pai” de todos os Z, o original 240Z — que celebrou, em 2019, o seu 50º aniversário —, enquanto na traseira, serão visíveis traços do 300ZX de 1989.

É no interior que veremos a maior revolução: o sucessor do Nissan 370Z irá ter um… sistema de info-entretenimento, algo que o modelo atual nunca chegou a ter.

Continuará a ter um V6

Mais recentemente foram vários os rumores de que o sucessor do Nissan 370Z e também do GT-R poderiam abraçar de forma determinada a eletrificação. Do que foi possível averiguar, parece que, para já, continuará fiel aos motores de combustão, ainda de acordo com as fontes da Autoblog.

E esse motor de combustão continuará a ser um V6. Não será, no entanto, uma unidade atmosférica, mas sim uma versão do 3.0 V6 twin turbo já usado nos Infiniti Q50/Q60 Red Sport. Curiosamente, a Nissan apresentou um protótipo de um 370Z com este motor no SEMA de 2019 (na imagem em destaque).

Nas propostas da Infiniti o motor apresenta pouco mais de 400 cv e surge associado a uma caixa automática, mas no 370Z haverá espaço para uma caixa manual e, provavelmente, vários patamares de potência do V6 — é de esperar, como hoje, haja uma versão Nismo que, de acordo com alguns rumores, poderá aproximar-se dos 500 cv.

Nissan 370Z Nismo © Guilherme Costa / Razão Automóvel

Tendo em conta estas specs, parece-nos que a Nissan está a criar um rival direto para o Toyota GR Supra, um modelo que não parou de concentrar as atenções durante o ano que passou. E nós dizemos… ainda bem. Nada como um pouco de competição para apurar a espécie.

Quando chega

O sucessor do Nissan 370Z ainda está algo distante no tempo. São mais 18-24 meses de espera, ou seja, comercialização só em 2022.

VÊ TAMBÉM: O que vale o novo Alpine A110S em pista? Nós já sabemos

Os anos já pesam bastante sobre o modelo atual, e apesar de estar longe de ser o bisturi mais acutilante entre os desportivos — nunca o foi, verdade seja dita —, caráter e performance nunca lhe faltaram, e a experiência de condução continua a ser uma imersiva e cativante. Venha de lá um digno sucessor…

Fonte: Autoblog.

Sabes responder a esta?
Qual a potência combinada máxima do novo Hyundai Kauai Hybrid?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Testámos o Hyundai Kauai Hybrid. É esta a escolha ideal?

Mais artigos em Notícias