A partir de 26 700 euros

Mitsubishi Eclipse Cross já chegou Portugal. O que podes esperar

Depois de quatro anos sem qualquer novidade, a Mitsubishi volta a fazer-se ouvir, através de um novo crossover: o Mitsubishi Eclipse Cross.

Em Cascais, Portugal

Hoje em dia a viver uma nova realidade, inserida naquele que é um dos maiores grupos automóveis mundiais — a Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi — a marca japonesa inaugura uma nova fase. Quatro anos depois de ter mostrado a sua última novidade, a Mitsubishi volta a apresentar um carro totalmente novo, o Mitsubishi Eclipse Cross.

Um modelo que marca o início de uma nova era e o fim de outra. O Mitsubishi Eclipse Cross é último modelo da marca sem influência da Aliança. Vamos conhecê-lo?

Plataforma e design

Apresentando com base na mesma plataforma do Outlander, mas encurtada, mais rígida e leve, graças à utilização de novas soluções de construção, o Eclipse Cross procura jogar, ao mesmo tempo, em dois tabuleiros, situando-se na fronteira do segmento C-SUV e D-SUV, graças a um comprimento de quase 4,5 metros, com perto de 2,7 m de distância entre eixos. Medidas que, ainda assim, o modelo japonês acaba por disfarçar, graças não só a uma altura de carroçaria de quase 1,7 m, mas principalmente fruto de uma estética que, à parte dos gostos pessoais, esconde as suas reais dimensões.

Na dianteira encontramos linhas idênticas ao Outlander, portanto é na traseira, esculpida e com o óculo traseiro bipartido (Twin Bubble Design) que acabamos por encontrar a maior diferenciação estilística.

Mitsubishi Eclipse Cross

No interior

A posição de condução elevada é o primeiro elemento que sobressai assim que entramos no interior do Mitsubishi Eclipse Cross. A qualidade dos materiais e da montagem está num bom plano.

Em termos de soluções tecnológicas, o Mitsubishi Eclipse Cross está equipado com um painel de instrumentos tradicional e com um ecrã tátil destacado na parte superior do tablier — mais atrativo à vista, do que propriamente funcional. Para controlar este sistema, contamos ainda com um touchpad cujo funcionamento também requer habituação.

Mitsubishi Eclipse Cross

Equipamento e espaço são trunfos

A dotação de equipamento de série está num bom plano. A versão base (Intense), conta desde logo com luzes diurnas e faróis de nevoeiro em LED, jantes em liga leve de 18”, spoiler traseiro, vidros traseiros escurecidos, Cruise Control, limitador de velocidade, sistema sem chave, sensores de parqueamento com câmara de estacionamento traseira, ar condicionado bi-zona, Head-Up Display, além de sensores de luz e de chuva. Sem esquecer, no domínio da segurança, a presença de mais-valias como o sistema de mitigação de colisão frontal, alerta de desvio de faixa, controlo de estabilidade e tração, e sistema de monitorização da pressão dos pneus. Chega?….

RELACIONADO: Volkswagen vs Renault-Nissan-Mitsubishi. Afinal, qual é o maior grupo de 2017?

Em termos de espaço, os bancos traseiros oferecem uma quota de habitabilidade suficiente, ainda assim, o espaço para a cabeça podia ser superior — as formas da carroçaria passam uma fatura pesada neste aspeto. E porque o banco traseiro tem regulação longitudinal, existe também a possibilidade de conseguir alguns ganhos na capacidade da bagageira. A qual, oferece 485 l (versão duas rodas motrizes) com os bancos traseiros chegados o máximo possível à frente.

Motor vivaço para conjunto levezinho…

Vivo e despachado. O motor 1.5 T-MIVEC ClearTec de 163 cv às 5500 rpm e 250 Nm de binário entre as 1800 e as 4500 rpm, será a única motorização disponível em Portugal de momento. Uma motorização muito agradável de utilizar, principalmente quando associada à caixa manual de seis velocidades — em opção está disponível uma caixa CVT.

Mitsubishi Eclipse Cross

Dinamicamente, o chassis tem um comportamento muito franco. A direção é leve mas tem boa assistência, e apesar da boa altura ao solo os movimentos da carroçaria são bem controlados pela suspensão firme — que ainda assim é razoavelmente confortável. Nós testámos o Mitsubishi Eclipse Cross no gelo da Noruega e brevemente vamos contar-te todas as sensações aqui na Razão Automóvel.

A partir de 29 200 euros, mas tem desconto

Campanha de lançamento
Nesta fase de lançamento, o importador decidiu lançar o Eclipse Cross com uma campanha de desconto, com base no abate e recurso ao crédito. Começando, desta forma, nos 26 700 euros para o Eclipse Cross 1.5 Intense MT, nos 29 400 euros para o 1.5 Instyle MT, nos 29 400 euros no Intense CVT e 33 000 euros para o Instyle 4WD CVT.

 

Nesta fase inicial disponível apenas com motor a gasolina, embora desde já com a promessa de uma motorização a gasóleo (derivação do já conhecido 2.2 DI-D) lá mais para o final do ano, além de uma versão PHEV (também aqui idêntica à do Outlander) no final de 2019.

O Mitsubishi Eclipse Cross chega a Portugal com preços que começam nos 29 200 euros da versão 1.5 Intense com tração dianteira e caixa manual. Já com caixa automática CVT, o preço sobe para 33 200 euros.

Optando pelo nível de equipamento Instyle, os preços iniciam-se nos 32 200 euros (caixa manual) e 37 000 euros (CVT), embora, este último, disponível apenas com tração integral permanente (4WD).

A terminar, mais duas boas notícias: a primeira, uma garantia geral de cinco anos ou 100 000 km (o que ocorrer primeiro); a segunda, a promessa de que o Mitsubishi Eclipse Cross de tração apenas dianteira não pagará mais do que Classe 1 nas portagens.

Primeiras impressões

6 / 10
É um bom regresso da Mitsubishi, quatro anos após o lançamento do seu último modelo totalmente novo. Um esforço que valeu à Mitsubishi uma aproximação às referências do segmento, que ainda assim, em alguns aspetos, ainda não consegue igualar ou superar.

  • Comportamento eficaz

  • Motor vivo

  • Equipamento de série

  • Funcionamento da caixa CVT

  • Sistema de infotainment pouco intuitivo

  • Altura para a cabeça nos lugares traseiros

Preço

29.900

Data de comercialização: Abril 2018


Sabes responder a esta?
Quantos cv de potência tem o Mitsubishi Pajero Evo?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Mitsubishi Pajero Evolution. Feito para vencer, literalmente.

Mais artigos em Testes, Primeiro Contacto

Os mais vistos