Salão de Genebra 2019

O novo “Lancia” Stratos vai casar o V8 do 430 Scuderia com uma caixa manual

Depois de ter anunciado há um ano que ia produzir 25 unidades do New Stratos, a MAT anuncia que vai levar ao Salão de Genebra a versão manual do desportivo.

Até agora, a reencarnação do Lancia Stratos, o MAT New Stratos, produzida pela Manifattura Automobili Torino (MAT) com base num Ferrari 430 Scuderia, apenas contava com a caixa semi-automática deste.

No entanto, a pedido dos seus clientes e para a delícia dos adeptos deste tipo de transmissão, a MAT revelará no Salão de Genebra o New Stratos com caixa manual.

O único problema que vemos na reincarnação do Stratos é que este ao ser feito com base num Ferrari 430 Scuderia, faz com que para se poder ter um se tenha de “canibalizar” um… 430 Scuderia — o F430 regular também pode servir de base.

VÊ TAMBÉM: Estes cinco Toyota MR2 de primeira geração foram trocados por… um MX-5

Para além da MAT revelar a versão com caixa manual do New Stratos, a empresa italiana vai ainda levar ao Salão de Genebra os seus dois primeiros exemplares de produção, um pintado em azul e outro (e provavelmente o que vai captar mais atenções) pintado com as famosas cores da Alitalia, com a qual o Lancia Stratos original se tornou célebre nos troços de rali.

MAT Stratos

Um regresso demorado

A história do regresso do Lancia Stratos já vai longa, com as suas origens a remontarem a 2010 quando Michael Stoschek, um empresário alemão encomendou um modelo único (que chegou a ser testado por Tiago Monteiro) e cujo desenvolvimento apenas foi travado porque a Ferrari não consentiu a produção limitada de um modelo dependente dos seus componentes.

Felizmente, sete anos depois, o projeto de um novo Stratos renasceu pela mão da Manifattura Automobili Torino (MAT). Para o fazer a empresa italiana fundada em 2014 contou com a ajuda de Michael Stoschek, que permitiu que esta replicasse o design e tecnologias do carro desenvolvido em 2010.

VÊ TAMBÉM: Fica a conhecer o novo motor 1.3 TCe do Renault Mégane

Foi assim que nasceu o MAT New Stratos. Face ao 430 Scuderia que lhe serve de base o novo Stratos viu a distância entre eixos encurtada em 200 mm para além de apresentar um vão dianteiro mais curto e o radiador em posição diferente.

MAT Stratos

Debaixo do capot surge o mesmo motor do Ferrari, ou seja, um V8 de 4.3 l e cerca de 540 cv e 519 Nm de binário que permitem ao novo New Stratos acelerar dos 0 aos 100 km/h em 3,3s e atingir os 330 km/h de velocidade máxima.

Sabes responder a esta?
Qual foi o último modelo de tração traseira a sagrar-se campeão mundial do WRC?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Lancia Rally 037. Os números do último tração traseira campeão mundial do WRC

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos