Desde 17 048 euros

O Skoda Fabia foi renovado, mas pouco. Ainda tem argumentos?

Não é nem o mais recente nem o mais vistoso dos utilitários. Ainda tem argumentos suficientes para que seja uma opção a ter em conta? Fomos descobrir.

No mundo automóvel temos as opções low-costpremium e generalistas. Mas depois de testar o Skoda Fabia, não posso deixar de achar que tem de ser criada mais uma opção: a smart-cost (não confundas com os pequenos carros produzidos pela Mercedes-Benz).

É verdade que foi lançado em 2014, que foi alvo de um tímido restyling em 2017 (tão tímido que quase passa despercebido) e que ainda não tem direito a utilizar a plataforma a que os “primos” Volkswagen Polo e SEAT Ibiza recorrem, a MQB-A0, tendo de se contentar com a plataforma PQ26. No entanto, o modelo checo continua a ser uma boa opção para quem quer um carro simples.

Esteticamente é difícil encontrar as diferenças entre o Fabia pré e pós-restyling. É que se já era sóbrio antes, assim continua, sendo tão discreto que se não o comprares com uma combinação de cor que dê nas vistas, corres o risco de não o encontrar à primeira no parque de estacionamento.

VÊ TAMBÉM: Toyota C-HR 1.8 VVT-I Hybrid: o novo «diamante» nipónico
Skoda Fabia 1.0 TSI Ambition

Por dentro do Skoda Fabia

Tal como no exterior, no interior não contes com nada muito vistoso. Com exceção do ecrã do infotainmement, o que mais se destaca no tablier é uma barra de aspeto metálico que o atravessa de uma ponta à outra. De resto, a Skoda apostou tudo na função em vez da forma, deixando o estilo para os concorrentes, como o Renault Clio.

Skoda Fabia 1.0 TSI Ambition
No interior do Skoda Fabia a função sobrepõe-se à forma. Graças a isso dispomos de um tablier bastante ergonómico.

Graças à aposta na sobriedade, o Fabia ganha pontos na ergonomia. Os comandos estão todos onde esperamos encontrá-los e torna-se bastante fácil utilizar todas as funções do sistema de infotainment.  Apesar de quase todos os plásticos dentro do Fabia primarem pela dureza, a qualidade de construção está em bom plano, algo que é comprovado sempre que se passa por estradas em mau estado.

Quanto à habitabilidade, ninguém sente falta de ar dentro do Fabia. Há espaço para quatro adultos viajarem com conforto, uma bagageira com 330 l de capacidade (é uma das maiores do segmento, ficando apenas atrás da do Ibiza com 355 l e do Polo com 351 l) e vários espaços de arrumação.

Em termos de equipamento, a versão ensaiada, a Ambition, conta com praticamente tudo o que se pode pedir a um carro deste segmento. Entre os opcionais encontramos o sistema de navegação, câmara traseira e o ar condicionado, e deixa-me que te diga: estes justificam cada cêntimo dos 925 euros que custam.

VÊ TAMBÉM: Testámos o Mazda2 Advance Navi. Mais equipamento, mais apetecível?

E ao volante, como é?

Para começar, é bastante fácil encontrar uma posição de condução confortável no Skoda Fabia. Para isso ajuda o facto de tanto o volante como o banco serem ajustáveis em altura.

Skoda Fabia 1.0 TSI Ambition
O volante  multifunções forrado a pele que surgia nesta unidade tem uma boa pega e, na minha opinião, o tamanho certo (aqui não há daqueles volantes pequenos dos jogos de computador ou…dos Peugeot).

Em termos de performance, o 1.0 TSI que equipa o Fabia tem uma dupla personalidade. A baixa rotação não disfarça a reduzida cilindrada e obriga a um recurso constante à caixa de velocidades, que, apesar de ser agradável de usar, tem um escalonamento longo. Já quando sobe de rotação para lá das 2000/2500 rpm, ganha um fulgor que surpreende pela positiva, permitindo prestações bastante razoáveis.

Quem se ressente quando decidimos puxar pelos 95 cv do Fabia, são os consumos. Numa condução mais empenhada é fácil chegar perto dos 8 l/100km. Mas se optares por uma condução normal os consumos não sobem acima dos 6 l/100km. Se te dedicares muito, vais conseguir consumos baixos, mesmo baixos. Cheguei a obter consumos de 4,0 l/100km e a média, mesmo com cidade pelo meio, não foi acima dos 4,5 l/100km.

Skoda Fabia 1.0 TSI Ambition
Não é fácil, mas com as condições de trânsito certas e um pé muito leve é possível consumos deste género (o cruise control também dá uma ajuda).

Em estrada, a sensação que o Fabia transmite é de robustez. Mesmo em ruas cuja calçada mais valia ser substituída por terra batida, o pequeno Skoda mostra-se robusto e confortável, sendo ainda muito fácil de estacionar (a câmara traseira opcional é um must). Em estrada aberta é estável, seguro e previsível.

A nível dinâmico, quando decidimos colocar o Fabia à prova este revela bons níveis de aderência (os pneus Khumo foram uma surpresa) e uma boa capacidade de travagem (ter quatro discos ajuda), mas não esperes divertimento. Este carro foi feito para ser confortável e seguro, por isso, apesar de a direção ter um bom peso, ser precisa e direta, não comunica por aí além com o condutor. Já a suspensão, apesar de não adornar em excesso revela que a sua aposta é o conforto.

VÊ TAMBÉM: Hyundai Tucson atualizado e nós já o conduzimos
Skoda Fabia 1.0 TSI Ambition
O Skoda Fabia 1.0 TSI Ambition oferece, de série, o sistema Front Assist, uma boa ajuda no trânsito citadino. Também é de série o sistema start-stop com regeneração da energia de travagem e esse é uma bela surpresa tal é a suavidade de funcionamento.
VÊ TAMBÉM: SEAT Arona 1.6 TDI FR (115cv) pelo Alentejo

É o carro ideal para mim?

Não é o mais vistoso, dinâmico ou recente dos utilitários, mas o Skoda Fabia continua a ser uma boa opção para quem quer um utilitário que seja…um utilitário. Não tenta ser desportivo, premium ou muito barato, acabando por ser a escolha ideal para quem quer um carro honesto e que cumpra com tudo aquilo que se pode pedir a um modelo de segmento B.

Espaçoso, confortável e com um comportamento dinâmico seguro e previsível, o Skoda Fabia 1.0 TSI Ambition conta ainda com um motor capaz de se adaptar a vários tipos de condutor, desde o mais acelerado até ao mais poupado, cumprindo em ambos os casos.

O modelo checo oferece ainda com uma robustez assinalável e um visual discreto que, dependendo do ponto de vista, pode ser uma mais valia (ao menos o visual não deverá tornar-se obsoleto rapidamente, basta ver o exemplo dos primeiros Fabia que ainda parecem atuais).

Por cerca de 18 000 euros torna-se difícil encontrar um modelo que ofereça uma relação custo/qualidade/equipamento melhor do que este Skoda Fabia 1.0 TSI Ambition, sendo por isso uma escolha smart-cost e um ótimo exemplo da filosofia da marca checa.

Ficha técnica
Skoda Fabia 1.0 TSI Ambition

Preço

unidade ensaiada

18.992

Versão base: €17.047

IUC: €318

Classificação Euro NCAP: 5 / 5

  • Motor
    • Arquitectura: 3 cil. em linha
    • Capacidade: 999 cm3
    • Posição: Transversal
    • Carregamento: Injeção direta + Turbo + Intercooler
    • Distribuição: 2 a.c.c., 4 válvulas por cilindro
    • Potência: 95 cv
    • Binário: 160 Nm
  • Transmissão
    • Tracção: Dianteira
    • Caixa de velocidades: 5 vel. manual
  • Capacidade e dimensões
    • Comprimento / Largura / Altura: 3997 mm / 1732 mm / 1467 mm
    • Distância entre os eixos: 2470 mm
    • Bagageira: 330 litros
    • Jantes / Pneus: 16"
    • Peso: 1121 kg
  • Consumo e Performances
    • Consumo médio: 4,5 l/100 km
    • Emissões de CO2: 103 g/km
    • Vel. máxima: 184 km/h
    • Aceleração: 10,8s
  • Equipamento
    • Faróis de nevoeiro dianteiros
    • Espelhos retrovisores exteriores elétricos e aquecidos
    • Sensores de estacionamento traseiros
    • Sistema start-stop, com regeneração da energia de travagem
    • Computador de bordo com ecrã Maxi-Dot
    • Conectividade Apple
    • ABS+ESC
    • Sistema de monitorização de condução "Front Assist"
    • Sistema Hill hold
    • Volante multifunções em pele com controlos de rádio e telefone
    • Cruise control com Limitador de velocidade
    • Vidros dianteiros e traseiros elétricos
    • Inserções cromadas
    • Ar condicionado
    • Sound package, com 6 altifalantes
Extras
Care Connect 1 ano + Infotainment Online 1 ano (-); Color Concept (220 euros); Easy Light Assist (35 euros); jantes de liga leve Vigo de 16" (350 euros); Pack Tech (câmara traseira, sistema de navegação Amundsen com mapas da Europa e ar condicionado automático Climatronic) (925 euros); pintura metalizada (415 euros).
Avaliação
7 / 10
O Skoda Fabia 1.0 TSI é a prova de que um utilitário não tem de tentar ser desportivo, luxuoso, tecnológico ou muito barato para ser uma boa opção. Robusto, simples, intuitivo de usar e discreto, o Skoda Fabia continua a ser, quatro anos depois do lançamento, uma boa opção no segmento dos utilitários, trocando estilo por praticabilidade. Com prestações e consumos bastante aceitáveis e um comportamento seguro e previsível, com o Skoda Fabia recebes exatamente aquilo que vês e esse é, provavelmente, o seu maior atributo.
  • Consumos
  • Robustez
  • Relação custo/benefício
  • Capacidade da bagageira
  • Falta de binário a baixa rotação
  • Consumos em condução "empenhada"
Sabes responder a esta?
Qual é a potência do Skoda Kodiaq RS?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Skoda Kodiaq RS chega a Paris com recorde no “inferno verde”

Mais artigos em Testes, Ensaio

Os mais vistos