Apresentação

BMW Série 8 Cabrio oficialmente apresentado. Vê as imagens e características técnicas

Vá lá, tenta parecer surpreendido. Bem sabemos que já te tínhamos mostrado as fotos do novo Série 8 Cabrio, mas agora são oficiais, bem como os dados técnicos.

Bem sabemos que ainda esta semana te mostrámos as fotos do novo Série 8 Cabrio, graças a uma fuga de imagens. Mas como fazes quando recebes um par de meias daquela tia que quase nunca vês, tenta parecer surpreendido para a BMW não ficar triste: é que apesar de já o teres visto, agora há dados oficiais.

Assim, o que te podemos começar por dizer sobre o novo Série 8 Cabrio é que a marca planeia que este chegue aos concessionários em março de 2019 (mesmo a tempo da primavera). Para além disso, apesar de ainda não terem sido divulgados preços, o mais provável é que venha a ser, como é regra, mais caro que do que a versão Coupé.

Temos de falar da capota

O novo descapotável vai chegar ao mercado com uma capota de lona, pois a BMW considera esta solução mais leve e mais refinada do que uma capota rígida. Como não podia deixar de ser podes baixar a capota à distância através da chave. Para além disso também o podes fazer em andamento até aos 50 km/h e todo o processo demora apenas 15s.

VÊ TAMBÉM: Risco de incêndio. Recolha de BMW com motores Diesel expande-se a 1,6 milhões veículos
BMW Série 8 Cabrio

É mais pesado que o Coupé?

O novo Série 8 Cabrio engordou, tal como se esperava. Face ao Coupé o Cabrio pesa mais 125 kg, principalmente devido ao mecanismo que lhe permite tornar-se descapotável e aos reforços estruturais de que foi alvo para manter a rigidez. Em resultado disso a distribuição de peso mudou um pouco, passando a estar dividida 48:52 entre a frente e a traseira do novo modelo da BMW.

VÊ TAMBÉM: História. Os coupés da Volvo que antecederam o Polestar 1

É espaçoso?

Bem…isso depende do sítio onde te sentas. Se estiveres nos bancos da frente então até tens mais espaço para a cabeça (principalmente se levares a capota aberta, aí podes ir até às nuvens…) já no banco de trás, o cenário é pior.

É que para guardar a capota a BMW teve de reduzir o espaço disponível ao nível dos ombros. Mas nem tudo é negativo, pois o espaço para a cabeça nos bancos traseiros também aumentou.

Já a bagageira também se ressentiu com a perda da capota, no entanto não te preocupes, pois com 350 litros de capacidade o BMW continua a ter espaço suficiente para transportar objetos compridos, como skis, por exemplo. Para a capota descer é ainda preciso que uma divisória esteja montada, mas podes desmontá-la quando tiveres a capota montada para teres mais espaço de carga.

VÊ TAMBÉM: Audi R8 renovado ainda e sempre só com V10

E o interior?

Como era de esperar não há grandes mudanças ao nível do interior em relação ao Coupé. O Série 8 Cabrio conta com um volante com uma pega bastante grossa, típico da BMW, e partilha com o novo Z4 e o novo X5 a mais recente versão do iDrive.

De série a versão descapotável do Série 8 conta com o cruise control, head-up display, sistema de estacionamento ativo e ainda o Live Cockpit da BMW, com um ecrã de 12,3″ e um sistema de infotainment com um ecrã de 10,25″.

Para aumentar o conforto dos passageiros a BMW oferece de série um defletor de vento, sendo que como opcional está disponível um sistema que aquece o pescoço do condutor e do passageiro através de colunas de ventilação integradas no encosto de cabeça dos bancos.

VÊ TAMBÉM: Novo BMW Z4. Mais motores, sempre com caixa automática

E os motores?

Na fase de lançamento a  BMW vai oferecer a versão o Série 8 Cabrio com dois motores (tal como tínhamos previsto). Estará disponível uma versão Diesel, o 840d, e uma a gasolina, o M850i. Ambos vão ser oferecidos com o sistema de tração integral da BMW, o xDrive, e com uma caixa automática de oito velocidades, a Steptronic.

A versão Diesel recorre a um 3.0 l de seis cilindros em linha biturbo com 320 cv e 680 Nm de binário. Com este motor o 840d xDrive Cabrio acelera dos 0 aos 100 km/h em apenas 5,2s e alcança os 250 km/h de velocidade máxima (limitada eletronicamente). Ao nível de consumos estes ficam-se entre os 5,9 e os 6,3 l/100km e as emissões de CO2 ficam entre as 155 e as 165 g/km.

Já o M850i recorre a um V8 de 4.4 l biturbo capaz de de debitar 530 cv e 750 Nm de binário. Com este motor, o Série 8 Cabrio alcança os 250 km/h de velocidade máxima (que está limitada eletronicamente) e cumpre os 0 aos 100 km/h em apenas 3,9s. Tudo isto com um consumo médio entre os 9,9 e os 10 l/100km e com emissões de CO2 entre as 225 e as 229 g/km.

A apresentação ao público do novo BMW Série 8 está marcada para o Salão de Los Angeles deste ano (onde a Razão Automóvel vai marcar presença) sendo que ainda não há dados relativos ao mercado Português, nem em relação a preços, nem à data de chegada do novo modelo.

Sabes responder a esta?
Em que ano foi lançado o BMW Série 5 (E39)?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

O novo BMW Série 3 (G20) é maior em quase tudo que o Série 5 (E39)

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos