Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Antevisão

Aston Martin confirma não um, mas dois superdesportivos com motor central traseiro

Rumor confirmado: a Aston Martin está mesmo a trabalhar, juntamente com a Red Bull F1, num novo superdesportivo, destinado a competir com os sucessores de McLaren P1 e Ferrari LaFerrari. Mas não só...

Depois do focado e exclusivo Valkyrie, a Aston Martin continua assim na senda dos superdesportivos, desta feita, com um modelo que é conhecido internamente como “o irmão do Valkyrie”. E que, uma vez chegado ao mercado, supostamente em 2021, deverá rondar os 1,2 milhões de euros.

A confirmação da existência deste novo projeto foi dada pelo próprio CEO da Aston Martin, Andy Palmer, em declarações à também britânica Autocar. Isto, numa altura em que, tanto a Ferrari, como a McLaren, preparam igualmente os respectivos sucessores de LaFerrari e McLaren P1.

É verdade, temos mais que um projeto com motor em posição central (traseira) a decorrer; mais de dois, se contarmos com o Valkyrie. Este novo projeto contará com todo o know-how amealhado com o Valkyrie, assim como com alguma da sua identidade visual e capacidade em termos de engenharia, e entrará num novo segmento do mercado.

Andy Palmer, CEO da Aston Martin
Aston Martin Valkyrie

Rival do Ferrari 488 também na calha

Entretanto e a par deste Valkyrie mais “acessível”, a Aston Martin confirma ainda um outro desportivo de motor em posição central traseira, para fazer frente ao Ferrari 488.

Por apurar está, no entanto, se este modelo partilhará com o “irmão do Valkyrie” algo mais que a linguagem estética. Embora tudo aponte para que os dois carros venham a utilizar a mesma monocoque em carbono com sub-estruturas em alumínio.

Segundo Palmer, existem argumentos de que o McLaren 720S é o melhor carro de conduzir, mas a escolha do Ferrari 488 como referência principal deve-se a ser o “pacote” mais desejável — desde a sua impressionante dinâmica ao seu design —, pelo que tornou-se objetivo de tornar todos os Aston Martin os mais desejáveis na sua classe.

Tal como o “irmão do Valkyrie”, também tem data de apresentação prevista para 2021.

Parceria entre Aston Martin e Red Bull F1 é para continuar

A confirmação agora avançada vem igualmente revelar que Aston Martin e Red Bull F1 deverão continuar a trabalhar em conjunto, em vários outros projetos de carros de estrada.

RELACIONADO: Aston Martin Vantage em estreia na Europa destaca-se em Genebra

Estamos a desenvolver raízes muito profundas com a Red Bull. Serão também a base daquilo que ficará conhecido como o nosso ‘Performance Design and Engineering Centre’, o que dá uma ideia muito exata do tipo de projetos que pretendemos vir a desenvolver nesta nova infraestrutura. O melhor indicador das nossas intenções é, talvez, o facto da nossa sede ser ao lado da do Adrian .

Andy Palmer, CEO da Aston Martin

 

Sabe responder a esta?
Qual é o tempo de aceleração dos 0 aos 100 km/h feito pelo Land Rover Defender Works V8?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Testámos o Land Rover Defender Works V8
Em cheio!!
Vá para a próxima pergunta

ou leia o artigo sobre este tema:

Testámos o Land Rover Defender Works V8

Mais artigos em Notícias