Salão de Genebra 2018

Monovolumes da Citroën abandonam a designação Picasso

Quase 20 anos depois do primeiro modelo com a designação Picasso, a Citroën abandona agora o nome para dar lugar a SpaceTourer, nome que aliás já não é novidade em modelos da marca francesa.

Ainda que sejam cada vez menos frequentes, é um facto que a Citroën ainda possui na sua gama de modelos monovolumes como o C4 Picasso. No entanto, e ainda que a marca possa manter o conceito, o nome Picasso será descontinuado, dando lugar à designação SpaceTourer.

Esta será aliás uma das novidades da marca para o Salão de Genebra, no próximo mês de março, onde a marca apresentará a uma edição especial e limitada, denominada de Citroën C4 SpaceTourer Rip Curl.

Parece ser o fim para a designação Picasso, introduzida pela primeira vez em 1999 com o Citroën Xsara Picasso, e que acompanhou a marca num dos melhores momentos dos últimos tempos, antes da invasão SUV, quando os MPV significavam elevados números de vendas.

A única alteração do novo C4 SpaceTourer face ao anterior C4 Picasso, será mesmo o nome

Segundo a marca, a alteração deve-se apenas a uma mudança de estratégia comercial e uma questão de marketing, pretendendo dar nova vida a um segmento que se encontra estagnado por conta da oferta SUV presente em todos os segmentos e construtores.

SpaceTourer não é novidade

O nome porém não é novidade absoluta na marca, que já o tinha aplicado não só à versão de passageiros da Citroën Jumpy, mas também a dois concepts, o Hyphen Concept e o 4×4 E Concept.


RAZÃO AUTOMÓVEL NO YOUTUBE: Tens mais um motivo para acompanhar a Razão Automóvel. Subscreve o nosso canal.

Sabes responder a esta?
Onde é que foi desenhado o novo SEAT Arona?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

SEAT Arona. Os segredos da tecnologia em movimento

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos