Antevisão

Novo Mercedes-Benz SL perde capota metálica e ganha dois lugares

Hoje em dia um dos modelos mais antigos na oferta da marca, já se prepara uma nova geração Mercedes-Benz SL e promete muitas novidades.

Historicamente um dos modelos mais importantes na atual oferta do construtor de Estugarda, o coupé-cabriolet Mercedes-Benz SL está já a preparar nova geração, que promete ser igualmente uma espécie de revolução. Desde logo, graças ao regresso da capota clássica de lona, mas, mais importante, a uma melhoria clara na habitabilidade. Capaz de tornar os bancos traseiros numa solução real para transportar mais dois adultos.

Se nas duas últimas gerações foi um seguidor inabalável do tejadilho em metal e de rebatimento articulado, o futuro Mercedes-Benz SL deverá voltar à solução empregue no R129, muito mais leve, de capota em lona.

Mercedes-Benz SL 2017
Modelo estatutário, o futuro SL promete vir a ser também mais funcional

Desenvolvido a meias com o Mercedes-AMG GT

Talvez o dado mais interessante é o futuro R232 estar a ser desenvolvido lado-a-lado com a nova geração do Mercedes-AMG GT, o que lhe deverá permitir evidenciar uma veia muito mais dinâmica, digna do seu nome — Sportlich-Leicht  (Desportivo Leve).

Não faltam igualmente rumores a garantir que o modelo também ganhará, graças à adopção de uma versão alongada dessa base, espaço extra no habitáculo. Nomeadamente, como forma de garantir dois verdadeiros lugares atrás — e assim, também tomará o lugar do Mercedes-Benz Classe S Cabriolet.

Mercedes-Benz SL híbrido plug-in é cereja no topo do bolo

Com chegada aos concessionários, à partida, prevista para 2021 (apresentação poderá acontecer ainda em 2020), o novo SL deverá surgir igualmente com uma panóplia de motores. A confirmar-se que o histórico modelo passe a estar sob a alçada da Mercedes-AMG, são esperadas pelo menos três versões — SL 43, SL 53, SL 63 e, oh sim, um SL 73.

O SL 43,  terá um seis em linha, a debitar 435 cv, com a possibilidade de 20 cavalos e 250 Nm extra, cortesia de um motor elétrico, que faz parte do sistema semi-híbrido — sistema que fará parte de todas as versões.

O SL 53 deverá ver aumentada a potência para 522 cv, graças à utilização de um V8 4.0 litros biturbo, o mesmo motor que equipará o SL 63, mas aqui a prometer pelo menos 612 cv de potência.

RELACIONADO: Mercedes SL 190: 60 anos de cabelos ao vento

No entanto, o topo de gama, na família SL, será mesmo o híbrido plug-in SL 73. Versão que, aparentemente, recorrerá ao mesmo grupo motriz visto no Mercedes-AMG GT Concept, ou seja, a combinação do V8 twin turbo que mencionámos nos SL 53 e SL 63, mas conjugado com um motor elétrico de 204 cv, que no GT Concept, garante uma potência máxima de mais de 800 cv, além de 1000 Nm de binário.

Mercedes-Benz SL 2017
Face àquela que é a imagem do actual SL, poderá o próximo ser ainda mais arrebatador?

Revolucionado, e com arsenal de argumentos tecnológicos

Em declarações à Automobile Magazine, engenheiros conhecedores dos meandros relativos a este novo Mercedes-Benz SL, garantiram ainda que o modelo deverá contar com rodas traseiras direcionais, suspensão ajustável a ar, barras estabilizadoras ativas, além da última geração do sistema de tração integral 4Matic.

Sabes responder a esta?
Como é que se chama a próxima geração Porsche 911?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Porsche 718 Boxster e 718 Cayman. Espécimes em vias de extinção

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos