Pikes Peak

Bentley Bentayga quer ser o SUV mais rápido em Pikes Peak

Numa altura em que até a Ferrari ameaça com um SUV, o Bentley Bentayga quer mostrar que, SUV desportivo, já existe! Razão pela qual vai colocá-lo à prova em Pikes Peak!

Primeiro, foi a Lamborghini a prometer (com o Urus) um super-SUV; mais recentemente, foi a vez da Ferrari garantir que o primeiro SUV da sua história continuará a ser um puro Cavallino Rampante; agora, é a vez da Bentley garantir que, para SUV desportivo, já existe o Bentayga. E pretende, inclusivamente, comprová-lo — mais concretamente, inscrevendo-o na difícil e exigente Pikes Peak Hill Climb. Para bater recordes!

Segundo anuncia o próprio construtor britânico de automóveis de luxo, a intenção é inscrever um Bentley Bentayga W12, completamente de origem, naquela que é uma das mais famosas, mas também mais difíceis “rampas” do mundo — são um total de 156 curvas, ao longo de 19,99 quilómetros! Com um só objetivo: fixar um novo recorde, para o mais rápido SUV de produção, nesta complicada prova!

Bentley Bentayga 2017

Ainda de acordo com a marca de Crewe, as únicas alterações a realizar no carro serão em matéria de segurança. Nomeadamente, através da introdução de uma gaiola de segurança e do obrigatório sistema anti-fogo.

Recorde atual é da Range Rover

A título de curiosidade, importa recordar que o actual recorde, para este tipo de veículos, em Pikes Peak, pertence ao Range Rover Sport, que conseguiu fazer a prova em não mais que 12 minutos e 35 segundos. Tempo que, pelos vistos, a Bentley acredita poder bater, não somente graças a um acréscimo de quatro cilindros, mas também às artes de um condutor-mistério, cujo nome está ainda por divulgar.

RELACIONADO: Bentley Bentayga ganha V8 do Porsche Cayenne Turbo

Caso já não te recordes, o Bentley Bentayga W12 enverga um W12, de 6.0 litros a gasolina com uma potência máxima de 600 cv e um binário máximo de 900 Nm. Argumentos que nem mesmo o facto de anunciar igualmente quase 2,5 toneladas de peso, impedem o modelo britânico de acelerar dos 0 aos 100 km/h em apenas 4,1 segundos e atingir os 301 km/h de velocidade máxima. Resultado igualmente da avançada suspensão adaptativa a ar e da presença da tracção integral.

Bentley Bentayga W12 — motor

Vinte quilómetros com 156 curvas… e a meta a 4300 m de altitude

Quanto à prova propriamente dita, conhecida internacionalmente como Pikes Peak International Hill Climb ,  tem entre as suas maiores dificuldades não somente as já referidas 156 curvas que preenchem um traçado de quase 20 quilómetros, mas principalmente a alteração de altitude, que vai dos 1440 metros onde está a partida, até aos 4300 m onde fica situada a linha de chegada.

Também conhecida como “A Corrida até às Nuvens”, ou, em inglês, “The Race to the Clouds”, a corrida realizada no estado norte-americano do Colorado leva assim condutores e carros a terminarem a uma altitude em que os níveis de oxigénio são bastante menores, mais precisamente, 42% menos, que ao nível do mar. Facto que faz com que os motores de combustão se ressintam, não conseguindo debitar tanta potência como quando em altitudes mais baixas.

Sabes responder a esta?
Qual a posição do Fabia, em termos de vendas, na gama Skoda?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Vamos ter um novo Skoda Fabia em Genebra
Em cheio!!
Vai para a próxima pergunta

ou lê o artigo sobre este tema:

Vamos ter um novo Skoda Fabia em Genebra

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos