Sébastien Loeb autoritário na 5ª etapa do Dakar

Numa corrida novamente afectada pela chuva, Sébastien Loeb foi o piloto mais forte na chegada à Bolívia.

O francês partiu decidido e realizou uma corrida autoritária do princípio ao fim, vencendo o percurso entre Salvador de Jujuy e Uyuni, que foi encurtado em 7km devido à chuva. O piloto da Peugeot, que parece ter-se adaptado na perfeição ao todo-o-terreno, terminou com 22 segundos de diferença para o 2º classificado, o espanhol Carlos Sainz, e 3 minutos para o colega de equipa Stéphane Peterhansel.

RELACIONADO: 15 factos e números sobre o Dakar 2016

Assim, no que toca à classificação geral, Sébastien Loeb conseguiu aumentar a vantagem em relação à concorrência e tem agora mais margem de manobra, ainda que não dê para o francês relaxar.

Nas motas, o australiano Toby Price (KTM) venceu a sua segunda etapa, mas é Paulo Gonçalves (Honda) que se mantém na geral depois do 11º lugar alcançado no dia de hoje.

A NÃO PERDER: Era uma vez um puto chamado Ayrton Senna da Silva…

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter