Video

Ayrton Senna, o puto brasileiro que deu uma tareia aos melhores do mundo

Todos conduziam o mesmo carro, um Mercedes-Benz 190E, mas Ayrton Senna destacou-se. Um 'caloiro' contra 17 títulos mundiais em pista.

Corria o ano de 1984 quando foi inaugurado o Nürburgring GP, uma pista criada à margem do traçado original para fazer regressar a Fórmula 1 àquela região alemã, depois de anos a fio sem receber o «grande circo» na sequência do acidente de Niki Lauda em 1976. Recordamos que o Nürburgring Nordschleife perdeu a homologação para corridas de Fórmula 1 devido à falta de condições de segurança do traçado.

Para assinalar o regresso do Nürburgring ao calendário da F1 organizou-se uma grande festa. Um dos atractivos principais foi o Nürburgring Champions Mercedes-Benz Cup, uma corrida que juntou alguns dos nomes mais sonantes da história da Fórmula 1, para promover o novo circuito e o recém-lançado 190E 2.3 16v Cosworth.

A lista de convidados era de luxo: Jack Brabham (tri-campeão da F1 em 1959, 1960 e 1966), Phil Hill (campeão da F1 em 1961), John Surtees (campeão em 1964), Denny Hulme (1967 ), James Hunt (1976), Alan Jones (1980), Niki Lauda (1975, 1977, 1984), Alain Prost (1985, 1986, 1989, 1993), Keke Rosberg (1982), Jody Scheckter (1979), Klaus Ludwig (vencedor do Le Mans) e o lendário Stirling Moss.

Ayrton Senna no encalce de Nikki Lauda
Ayrton Senna no encalce de Nikki Lauda
RELACIONADO: Ayrton Senna e a importância dos pedais na condução

No meio de todos estes pesos pesados, estava um tímido estreante na Fórmula 1, o brasileiro Ayrton Senna — um piloto que nem sequer era suposto ter participado. Senna foi chamado à última da hora para substituir Emerson Fittipaldi.

Todos os pilotos encararam aquela corrida na desportiva, menos um: Ayrton Senna. O piloto brasileiro viu naquela corrida «a feijões» a possibilidade de bater-se de igual para igual, com os melhor pilotos do mundo e foi isso que fez. Findas as 12 voltas da corrida, Senna acabou em primeiro lugar, com uma vantagem de 1,38 s em relação a Niki Lauda.

O dia 12 de maio de 1984 ficará para história como o dia em que um estreante na Fórmula 1, de seu nome Ayrton Senna da Silva, bateu pela primeira vez os melhores pilotos do mundo. Os restantes páginas desta saga são história.

A NÃO PERDER: A primeira vitória do Rei foi no Circuito do Estoril

Ganhar é como uma droga. É algo tão forte, tão intenso que quando experimentamos pela primeira vez, passamos a vida inteira a procurar repetir a experiência.

A corrida na sua totalidade.

Mais artigos em Clássicos