Notícias EV6 GT. O Kia mais potente de sempre deu show no Nürburgring

Arranque a Frio

EV6 GT. O Kia mais potente de sempre deu show no Nürburgring

Capaz de prestações dignas de superdesportivos, o Kia EV6 GT também sabe «andar de lado». Até mesmo no mítico Nürburgring.

Kia EV6 GT drift Nurburgring

O Kia EV6 GT é o modelo de produção mais potente de sempre da marca sul-coreana e tem prestações capazes de «pisar os calcanhares» a muitos superdesportivos — pelo menos em linha reta.

A «culpa» é dos seus dois motores elétricos, que entregam 430 kW (585 cv) e 740 Nm, valores que permitem a este elétrico acelerar dos 0 aos 100 km/h em 3,5s e chegar aos 260 km/h de velocidade máxima.

São números impressionantes e que tem consequências diretas naquilo que o Kia EV6 GT consegue fazer em estrada ou em pista, mesmo num dos traçados mais exigentes do mundo: o mítico Nürburgring.

A NÃO PERDER: O adeus ao Kia Stinger. Fim de produção chega com série especial

Para mostrar — mais uma vez — aquilo que o EV6 GT é capaz, os franceses da L’Argus levaram este elétrico sul-coreano ao famoso traçado alemão e brindaram-nos com uma volta no mínimo animada.

Ao contrário do que muitas vezes vemos, esta volta ficou muito longe de ser perfeita ou de representar qualquer recorde, mas uma coisa é certa, o EV6 GT deu show em grande parte das curvas, com a traseira a mostrar-se sempre muito «alegre».

Resta apenas saber qual a percentagem da bateria necessária para cumprir uma volta ao The Ring com este ânimo. Mas escusado será dizer que os consumos ficaram bem acima dos 20,6 kWh/100 km de média anunciados pela Kia.

Fonte: L’Argus


Sobre o “Arranque a Frio”. De segunda a sexta-feira na Razão Automóvel, há um “Arranque a Frio” às 8h30 da manhã. Enquanto bebem o vosso café ou ganham coragem para começar o dia, fiquem a par de curiosidades, factos históricos e vídeos relevantes do mundo automóvel. Tudo em menos de 200 palavras.

Sabe esta reposta?
Que modelo foi o antecessor do Lamborghini Aventador?
Oops, não acertou!

Pode encontrar a resposta aqui:

Despedimo-nos do Aventador a recordar o Lamborghini Murciélago