Tesla Cybertruck copiou (descaradamente) o Renault Twingo

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Carros anfíbios

Tesla Cybertruck copiou (descaradamente) o Renault Twingo

A pick-up Tesla Cybertruck tem sido apontada por alguns como um exemplo de originalidade. Pensem novamente...

Ontem fiquei a saber — aqui na Razão Automóvel — que a Tesla está a preparar acessórios para transformar a Cybertruck num barco.

Adorava estar na reunião de onde saiu essa ideia — estou a falar a sério. Pensem comigo. Entre foguetões, lança-chamas e comboios de alta velocidade uma pick-up que flutua, pela bitola da Tesla, nem é uma ideia assim tão descabida.

Seja como for, é sem dúvida um plano ambicioso. Ainda para mais, tendo em consideração que a marca liderada por Elon Musk ainda não conseguiu transformar a sua pick-up 100% elétrica num modelo de produção. Enfim, prioridades.

A NÃO PERDER: Tesla quer vender este robô daqui a 3 anos por menos de 20 000 euros

De resto, toda a gente parece impressionada pela originalidade da marca norte-americana. Eu não sou tão fácil de convencer.

Se em termos estilísticos a Tesla Cybertruck é uma «cópia» clara do UMM — com todas aquelas chapas quinadas e linhas angulares — agora foi a vez de copiar um conceito estreado pelo Renault Twingo. Falo do conceito barco-automóvel.

Assim que vi a Tesla Cybertruck a flutuar, lembrei-me imediatamente desta imagem:

Reza a lenda que este barco era um dos opcionais mais desejados no catálogo do Twingo. Não vamos deixar que a verdade estrague uma boa história…

Como podem ver, carros que flutuam não são propriamente uma ideia recente. E podia ainda evocar o Amphicar de produção alemã, que recorria a um motor inglês para locomover-se tanto em terra como na água.

Mas regressando agora ao Renault Twingo, este barco totalmente adaptado ao simpático citadino francês existiu mesmo. Fez parte de uma campanha publicitária da marca francesa, que tentava mostrar o quão divertido podia ser o Twingo.

Como sabem, tenho um Renault Twingo Cabrio na minha garagem — podem vê-lo aqui — e se não fosse a falta espaço, ainda ponderava arranjar um barco como este para lhe fazer companhia.

Agora num tom mais sério. É quase impossível não admirar o anúncio de projetos como este: transformar a Tesla Cybertruck num barco funcional.

Aquilo que há uns ano era encarado apenas como uma manobra de publicidade agora pode efetivamente ser uma realidade. E isso, na minha mais honesta opinião, é notável.

Mas regressando à terra — literalmente…— primeiro é preciso cumprir os mínimos olímpicos. Leia-se, produzir um modelo que já foi anunciado há quase dois anos e que tarda em chegar ao mercado.

Sabe responder a esta?
Qual destes modelos da Renault foi testado pela NASA?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Sabiam que o Renault 12 foi testado pela NASA?

Mais artigos em Crónicas