Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

16.º aniversário Clube UMM

Passeio do Clube UMM. O espírito UMM está vivo e de boa saúde

O Clube UMM lançou o desafio e nós respondemos. O resumo de um dia aos comandos de um UMM Alter II no Vale de Santarém no Passeio do 16.º aniversário Clube UMM.

92 UMM para todos os gostos e 255 aficionados de todos os cantos de Portugal e até de outras partes do mundo, como Espanha, França e Inglaterra, juntaram-se no passado dia 6 de novembro na Estação Zootécnica Nacional, em Santarém, para comemorar o 16.º aniversário do Clube UMM.

Uma excelente forma de passar o dia, mesmo tendo sido um longo dia. Para nós (eu e o meu pai) e o UMM Alter II da Razão Automóvel, começou bem cedo, às 6h25 da matina nas bombas de gasolina da 2.ª Circular. O ponto de encontro para os aficionados da marca nacional que rumavam de Lisboa para o Vale de Santarém.

Não sabíamos bem ao certo o que iríamos encontrar, mas rapidamente nos sentimos «em casa».

VEJAM TAMBÉM: UMM: O que é Nacional é bom!
16.º Passeio UMM 2021 © António Ferreira

Bastou uma troca de «cUMMprimentos» e umas palavras de apreço pelo excelente exemplar que levámos. Mesmo assim não nos «livrámos» de ouvir o comentário jocoso de que “vínhamos de sapatilhas engraxadas”, gíria para quem tem um exemplar (talvez) demasiado «limpinho», mas sem que isso signifique que não esteja pronto a ser posto à prova.

Com a caravana organizada, definimos a rota em direção ao Vale de Santarém que passava por fazer o menor trajeto possível em autoestrada e lá seguimos em velocidade de cruzeiro… a uns modestos 80 km/h.

A meio caminho, já por terras ribatejanas, juntaram-se à caravana de Lisboa mais alguns exemplares, destacando-se um UMM Cournil de porte físico avantajado e… de tom provocador — era bem visível a placa com a frase “Saca GR´s” que ostentava na sua dianteira.

16.º Passeio UMM 2021
O “Saca GR’s”. © André Pires / Razão Automóvel

Chegada ao Vale de Santarém

Chegados à entrada da Estação Zootécnica Nacional, a receber-nos, estava mais um veículo cheio de carisma e (sem dúvida) toque pessoal: o UMM “Hello Kitty”. Personalizado a rigor pela sua proprietária, também tinha a função de encaminhar os participantes para a «parada» de UMM que ali se juntava.

À nossa espera estavam já mais de 40 exemplares, prevendo-se assim casa cheia num dia em que até o sol fez questão de marcar presença num céu limpo, sem nuvens — o dia prometia.

16.º Passeio UMM 2021
É mesmo um UMM “Hello Kitty”. Uma oportunidade de merchandising? © André Pires / Razão Automóvel

Antes do início das «hostilidades» os organizadores do evento, o Clube UMM e o Vale do UMM, receberam a caravana crescente com um cocktail e produtos regionais, com os tradicionais Pampilhos em destaque, cortesia das gentes da terra.

Pronto para partir

Registo de chegada feito, kit de boas-vindas recebido, mas ainda tivemos de esperar mais algum tempo pelo briefing pois continuavam a chegar mais e mais UMM.

Alguns deles com famílias inteiras, onde nem faltaram participantes de «palmo e meio» que também não deixaram de causar furor, sobretudo quando um deles exibiu um pequeno UMM telecomandado engenhosamente criado para o efeito.

Com os 255 participantes reunidos e o briefing realizado, estava na hora de pegar no road-book e por as máquinas a rolar.

Saímos do Vale de Santarém num longo desfile, onde era possível ver UMM para todos os gostos, orgulhosamente exibidos pelos seus proprietários, desde os mais originais aos mais radicais – estava lançado mais um passeio da família UMM.

VEJAM TAMBÉM: Quando o “nosso” Portaro foi testado pela TV britânica

UMM ainda está aí para as curvas

A primeira paragem marcou o momento de começar a mostrar que este encontro de UMM não foi só para «passear», mas também para demonstrar as capacidades do todo o terreno português.

Nas primeiras subidas técnicas em areia que faziam parte do percurso, bastou apenas um dar o primeiro passo, sob o olhar de centenas de pessoas — e vestido a rigor, com as cores das Nações Unidas — para mostrar a verdadeira raça dos UMM. Com o obstáculo superado, rapidamente outros o seguiram na repetição da proeza. Que venha o próximo desafio…

No percurso seguinte acabei por trocar de carro e «apanhar boleia» de um antigo soldado da paz, outrora pertencente aos Bombeiros Voluntários de Cete.

Trata-se de uma unidade invulgar e certamente rara: um UMM pick-up com apenas dois lugares que apesar de já se ter «reformado» da sua missão como soldado da paz, serve agora o seu dono no campo, sobretudo a carregar lenha — um UMM nunca «morre», renasce ao encontrar um novo dono.

16.º Passeio UMM 2021 © André Pires / Razão Automóvel
VEJAM TAMBÉM: A história do Jeep, das origens militares ao Wrangler

Como seria de esperar, não faltaram imprevistos neste Passeio do Clube UMM.

A caravana teve de dividir-se após a paragem forçada de um UMM Alter Turbo Intercooler que atascou. Uma oportunidade para a camaradagem desta comunidade falar mais alto e o facto é que, nesta caravana, ninguém ficou para trás.

Sai uma sopa da pedra e uma bifana

Altura de repor energias com um reforço tardio servido nas instalações da Sociedade Recreativa e Operária local. Uma boa sopa da pedra e uma bifana «carregaram as baterias» o suficiente para a segunda parte do passeio onde se esperavam mais surpresas.

À saída foi-nos entregue a segunda parte do road-book que indicava a tão esperada pista de lama e pista radical — altura de por à prova a resistência e fiabilidade do todo o terreno nacional.

16.º Passeio UMM 2021 © André Pires / Razão Automóvel

 

Tração às quatro sempre ligada, por vezes a necessitar de recorrer às redutoras, o nosso Alter II, com o Rui Pires (o meu pai) aos comandos e o Hugo Neves na navegação, foi passando, a pouco e pouco, todos os obstáculos com distinção. Desde percursos em lama, a túneis cheios de água ou subidas e descidas bem acentuadas.

VEJAM TAMBÉM: Toyota Land Cruiser 150 2.8 D4-D (177cv). A história continua

O Clube UMM como o Vale do UMM estavam de parabéns pela rota escolhida que foi muito apreciada. A destacar ainda o constante apoio e a excelente organização durante todo o evento; foram simplesmente incansáveis.

Tratamento de beleza em spa de lama

A pista de lama foi, sem dúvida, o ponto alto do passeio, proporcionando momentos únicos de camaradagem e adrenalina, promovendo o convívio entre todos numa tarde que já se fazia longa e carregada de bons momentos.

16.º Passeio UMM 2021 © André Pires / Razão Automóvel

Aqui houve tempo para tirar mais umas boas fotografias, testar a capacidade das «máquinas» e a habilidade dos condutores — uma parte mais feliz para uns do que para outros, mas quem anda nestas lides já sabe ao que vem.

Entre grandes «atascansos» e passagens quase ao ralenti fomos vendo que a UMM continua bem viva e de boa saúde.

16.º Passeio UMM 2021 © André Pires / Razão Automóvel
16.º Passeio UMM 2021 © André Pires / Razão Automóvel

Mais uma vez, um imprevisto aconteceu, mas que deu a oportunidade de assistir à mestria de um dos mais carismáticos mecânicos de UMM, o veterano Silvino Alves.

VEJAM TAMBÉM: Será que aguenta? Novo Land Rover Defender (2020) levado ao LIMITE

Um imprevisto que envolveu o UMM do próprio presidente do Clube UMM, Norberto Liberato, quando, inadvertidamente, ficou com a alavanca das mudanças, partida (na base), na mão.

16.º Passeio UMM 2021
Ninguém está a salvo de imprevistos, nem o presidente do Clube UMM. © André Pires / Razão Automóvel

Silvino Alves foi rápido em arranjar uma solução para a substituir, tendo usado um alicate de grifes que acabou por encaixar na perfeição e permitiu que Norberto Liberato pudesse continuar a prestar assistência ao evento e fazer com que o seu UMM conseguisse regressar a Lisboa.

Bolo de aniversário, discursos, lembranças e um até para o ano

O dia já ia longo e a luz do sol já escasseava. Avançamos em direção ao último ponto do road-book, o local onde iria ser servido o «almoço» tardio e onde mais uma vez se iriam partilhar os bons momentos do dia e algumas outras histórias de veteranos nestas lides.

Antes de cortar o bolo de aniversário — afinal, o Clube UMM celebrava 16 anos de vida — ainda houve lugar para os tradicionais discursos, entrega de lembranças e até o sorteio de alguns brindes, fechando com chave de ouro mais um aniversário do Clube UMM.

Chegava a hora das despedidas e de agradecer a excelente receção por parte do Norberto Liberato, Presidente do Clube UMM, e a toda a organização em geral pelo excelente trabalho desenvolvido: Obrigado por tudo e ”até Bragança”.

16.º Passeio UMM 2021 © André Pires / Razão Automóvel

Texto: André Pires

Mais artigos em Crónicas