Super-herói das vendas? O Avenger é o primeiro elétrico da Jeep

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Vídeos RA

Super-herói das vendas? O Avenger é o primeiro elétrico da Jeep

O Avenger é o primeiro 100% elétrico da Jeep de sempre e promete até 400 km de autonomia. Chega em abril de 2023 a Portugal.

Em Paris, França

No Salão Automóvel de Paris de 2022 a Jeep revelou o Avenger, o seu primeiro modelo 100% elétrico de sempre e o seu novo «ponta de lança» da marca para a Europa.

Como nos confessou Antonella Bruno, responsável da Jeep no continente europeu, o Avenger tem potencial para se tornar o modelo mais vendido da marca na Europa a partir de 2024.

O Avenger destaca-se também por ser o modelo mais pequeno da marca norte-americana, um degrau abaixo do Renegade. Podem vê-lo em detalhe aqui:

A NÃO PERDER: Falámos com Antonella Bruno, responsável pela Jeep na Europa: “A eletrificação torna a Jeep melhor”

O primeiro elétrico de muitos

O Avenger é o primeiro modelo a fazer uso da mais recente versão da plataforma e-CMP, partilhada com outros modelos da Stellantis, e marca o início de uma ofensiva elétrica da Jeep que promete lançar quatro novos modelos 100% elétricos até 2025 com o objetivo de se tornar líder mundial em SUV eletrificados.

A somar a isso a Jeep quer tornar-se 100% elétrica na Europa até 2030 e promete que, a partir de 2023, vai vender apenas modelos eletrificados em quase todos os mercados europeus.

Jeep Avenger vista 3/4 frente

Restam, por isso, grandes responsabilidades nos «ombros» do Avenger, assumindo um papel muito importante para a marca da Stellantis, que disse o ter desenvolvido com o público europeu em mente.

Máquina elétrica com 115 kW (156 cv) e 400 km de autonomia

A animar o Jeep Avenger está um motor elétrico, montado na dianteira, que produz 115 kW (156 cv) de potência e 260 Nm de binário máximo, que por sua vez é alimentado por uma nova bateria de 54 kWh de 400 V.

LEIAM TAMBÉM: Pronto para tudo? Jeep Avenger 4×4 Concept antecipa versão “off road”

Esta bateria, produzida pela própria Stellantis, é composta por 17 módulos e 102 células e recorre à química de iões de lítio NMC 811 (80% níquel, 10% manganês e 10% cobalto).

Posicionada por baixo dos bancos dianteiros e traseiros, permite ao Avenger reivindicar uma autonomia máxima em ciclo WLTP de até 400 km, um número que cresce até aos 550 km em ciclo urbano.

Jeep Avenger a carregar junto à ponte 25 de abril
Até podem não o ter visto, mas o Jeep Avenger já andou por Portugal como comprova esta imagem captada junto à Ponte 25 de Abril.

A bateria pode ser carregada com um cabo Mode 4 de 100 kW (corrente contínua), bastando 24 minutos para carregar dos 20% aos 80% de capacidade de carga; ou através de um cabo Mode 3 de 11 kW (corrente alternada), precisando de 5,5 horas para carregar totalmente a bateria.

O mais capaz do segmento fora de estrada

A Jeep apresenta o Avenger como sendo o modelo mais capaz do segmento fora de estrada, mesmo contando apenas — para já — com duas rodas motrizes.

A NÃO PERDER: Ainda é um puro e duro? Jeep Wrangler 4xe (380 cv) PHEV

Para reforçar esta ambição a Jeep equipou este modelo com os sistemas Select Terrain e Hill Descent Control de série, uma estreia numa proposta de duas rodas motrizes da marca.

Jeep Avenger de traseira

Graças ao Select Terrain o Avenger tem modos específicos para circular na neve, areia e lama. ´

Mas porventura aquilo que poderá dar-lhe ainda mais argumentos pelos maus caminhos são os ângulos todo o terreno que apresenta. Anuncia 20º para o ângulo de ataque, 32º para o ângulo de saída e 20º para o ângulo ventral, além de contar com uma altura ao solo de 20 cm, uma referência dentro do segmento.

Jeep Avenger 4x4 Concept frente 3/4
Em Paris a Jeep também mostrou o Avenger 4×4 Concept, um protótipo que antecipa uma versão ainda mais radical (e de tração integral) do Avenger.

A imagem já o denuncia

Estas ambições fora de estrada são reforçadas pelo caráter aventureiro e robusto da carroçaria, tal como se exige a um Jeep.

LEIAM TAMBÉM: Força Diesel à «moda antiga». Teste ao Jeep Gladiator Overland V6 CRD

Os para-choques são robustos e contam com proteções em plástico muito proeminentes, que se estendem pelas laterais e pelas cavas das rodas.

Por baixo, e como seria de esperar numa proposta 100% elétrica, o Avenger apresenta placas de proteção que ajudam a manter o pack de baterias em segurança.

Jeep Avenger fora de estrada

Espaços de arrumação por todo o lado

No interior o que mais salta à vista são os traços minimalistas e simples, ainda que os elementos do tabliê sejam robustos.

A aposta na digitalização é clara: temos direito a um painel totalmente digital, que pode ser de 7” ou 10,25”, e um ecrã central de 10,25”.

Outro dos destaques são os vários espaços de arrumação a bordo. Só na parte dianteira temos direito a 34 litros de capacidade total, o mesmo que encontramos, por exemplo, numa mala de viagem de cabine.

Já ao nível da bagageira o Avenger disponibiliza 380 litros de capacidade de carga, que suplanta em 29 litros a bagageira do maior Renegade.

Avenger de traseira com pessoa a colocar carrinho de bebé na bagageira

Quando chega?

O novo Jeep Avenger vai ser produzido na Polónia, na fábrica de Tychy (onde é produzido o Lancia Ypsilon e o FIAT 500 com motor de combustão), e vai chegar ao mercado português em abril de 2023.

A NÃO PERDER: Mais poupados do que um Diesel? Já conduzimos os novos Jeep Renegade e Compass e-Hybrid

Porém, desde o início do mês de novembro vai ser possível encomendar a versão especial de lançamento, denominada Launch Edition, que terá um preço a começar nos 39 500 euros.

Jeep Avenger na estrada, 3/4 traseira

Esta versão destaca-se por apresentar uma lista de equipamento «recheada», marcada por uma pintura de dois tons, jantes de 18” e faróis e farolins em LED.

O interior é enriquecido com iluminação ambiente multicor e um painel frontal do tabliê em amarelo; bancos em preto com destaques amarelos e aquecidos; para-brisas aquecido; porta traseira mãos-livres com abertura automática; entre outros.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi lançado o primeiro Jeep Wrangler?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

A história do Jeep, das origens militares ao Wrangler

Mais artigos em Notícias