Heresia? Porsche 959 alvo de um restomod tem mais de 800 cv

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Restomod

Heresia? Porsche 959 alvo de um restomod tem mais de 800 cv

Nem o facto de só haver 292 Porsche 959 dissuadiu Bruce Canepa e a sua equipa de usar o supercarro alemão como base para um restomod.

Com apenas 292 unidades produzidas, o Porsche 959 é daqueles modelos que, à partida, estaria a «salvo» de qualquer alteração às suas características originais. Contudo, o Porsche 959SC Reimagined by Canepa prova que a história é um pouco diferente.

Depois de largos anos a pilotar modelos da Porsche, Bruce Canepa comprou um 959 em 1988 e deparou-se com um problema: não o podia conduzir nos EUA pois este não cumpria as normas de emissões daquele país.

Bruce Canepa lançou «mãos à obra», criou uma versão que já cumpria as normas de emissões e, pelo caminho, descobriu que não era muito difícil extrair mais potência do flat-six biturbo de 2.8 l.

A NÃO PERDER: Stradale, Rally e Classic. Como prefere o seu Lancia Delta HF Integrale “restomod”?

Desde então, o antigo piloto dedicou-se a transformar um dos Porsche mais exclusivos de sempre e o carro de que falamos hoje é o «pináculo» desse trabalho.

Uma evolução constante

Se no início do século XXI o melhor que Bruce Canepa e a sua equipa conseguiam extrair do motor do Porsche 959 eram 592 cv (uma grande melhoria face aos 450 cv originais), com o tempo esse valor foi aumentando.

De 592 cv subiu para 658 cv, até que chegou ao valor de potência anunciado para o Porsche 959SC Reimagined: mais de 800 cv e um binário máximo de 881 Nm extraído de um motor que, originalmente, não oferecia mais de 500 Nm.

Para conseguir extrair toda esta potência do flat six biturbo de 2.8 l são precisas mais de 4000 horas de trabalho em cada 959 transformado.

Bielas, válvulas, árvore de cames, tuches do motor entre outros componentes foram substituídos por novos produzidos com recurso a técnicas modernas e materiais mais resistentes. Os turbo KKK também foram substituídos, dando lugar a turbos da Borg-Warner com válvulas de wastegate integradas.

Aliás, na mecânica é quase tudo novo: temos um novo motor de arranque, sistema de escape, sistema de injeção e eletrónica. Tudo isto permitiu a estes 959 muito especiais consumirem combustível E85.

Por fim, também a transmissão foi revista, com a caixa manual de seis relações a receber várias peças reforçadas, à semelhança do diferencial e da embraiagem.

Porsche 959SC Reimagined by Canepa pormenor motor
Pode parecer o motor de um 959, mas bem que podia ser descrito como um motor totalmente novo. ©Canepa

As restantes alterações

Para criar o Porsche 959SC Reimagined a Canepa usa como base a rara versão 959S, que não contava com o sistema de altura ajustável, sendo por isso mais leve e menos complexa em termos mecânicos.

No campo das ligações ao solo a Canepa instala nos 959SC Reimagined molas em titânio e amortecedores da Penske que tornam estes Porsche 959 restomod 2,5 cm mais baixos do que eram originalmente.

Porsche 959SC Reimagined by Canepa tabliê
No interior não só temos novos revestimentos como um rádio novo. ©Canepa

As jantes de 17” originais dão lugar a outras de visual muito semelhante mas com 18”. Já a assegurar a travagem temos um sistema completamente novo. No capítulo visual as mudanças são bem mais discretas e no exterior resumem-se aos faróis dianteiros.

Quanto ao interior, ao qual são dedicadas 400 horas de trabalho, a Canepa não só substitui todo o couro como substitui a iluminação original por LED e procede à instalação de um novo rádio que, apesar do visual clássico, oferece todas as funcionalidades de um moderno sistema de infoentretenimento.

A NÃO PERDER: Manta GSe ElektroMOD. Ao volante do “restomod” elétrico e de caixa manual da Opel

Quanto custa?

O carro que vêm neste artigo é a unidade “003” de uma pequena série de 50 Porsche 959SC Reimagined que a Canepa planeia produzir e vender.

Quanto ao seu preço, a empresa norte-americana só o revela a quem estiver efetivamente interessado em comprar uma destas suas criações. Mas se tivermos em conta a raridade do Porsche 959 (recorde-se que um acidentado foi vendido por 450 mil euros) e o trabalho da Canepa não é de esperar que o Porsche 959SC Reimagined seja particularmente barato.

Sabe responder a esta?
Em que ano é que a Porsche revelou o protótipo C88?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

C88. Este devia ser o “Dacia Logan” da Porsche para a China

Mais artigos em Notícias