Novo Nissan X-Trail sem Diesel e só com motorizações eletrificadas

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Apresentação

Novo Nissan X-Trail sem Diesel e só com motorizações eletrificadas

Disponível em versões de cinco e sete lugares, o novo Nissan X-Trail apresenta-se com o sistema e-Power e chega à europa no outono.

Depois de termos conhecido a sua versão norte-americana (Nissan Rogue), o novo Nissan X-Trail deu-se finalmente a conhecer na variante destinada ao mercado europeu.

Visualmente, o novo X-Trail pouco difere do Nissan Rogue que conhecemos há cerca de dois anos, seguindo a linguagem visual adotada pelas propostas mais recentes da Nissan.

Assim, é na mecânica que o novo Nissan X-Trail se demarca do seu «irmão» norte-americano. Enquanto o Rogue recorre aos préstimos de um quatro cilindros a gasolina com 2.5 l de capacidade, 181 cv e 245 Nm, o novo X-Trail só estará disponível na Europa com motorizações eletrificadas.

A NÃO PERDER: Elétrico com motor a gasolina? Novo Nissan Qashqai e-Power em vídeo
Nissan X-Trail em movimento vista traseira 3/4

Os motores do X-Trail

Serão duas as motorizações do Nissan X-Trail na Europa: uma mild-hybrid e outra híbrida com o sistema e-Power. De fora da gama, e como já se esperava, ficaram os motores Diesel, tal como já tinha acontecido com o Qashqai.

O maior destaque tem de ser dado à variante híbrida e-Power. Neste sistema o motor de combustão interna serve apenas como gerador (não está ligado ao eixo motriz), alimentando a bateria de 1,8 kWh através de um inversor, que por sua vez alimenta o motor elétrico.

Nissan X-Trail vista lateral

O novo X-Trail e-Power recorre ao mesmo motor a gasolina de três cilindros em linha com 1,5 l e turbocompressor — equipado com tecnologia de compressão variável —, mas é um pouco mais potente que o Qashqai com o mesmo sistema.

Na versão de tração dianteira a potência máxima ascende aos 204 cv (150 kW) e 330 Nm. A variante de tração integral do X-Trail conta com o novo sistema e-4ORCE e é ligeiramente mais potente, e vê adicionado um motor elétrico com 128 cv (94 kW) e 195 Nm ao eixo traseiro.

No total, o X-Trail e-Power com o sistema e-4ORCE debita 213 cv (157 kW) de potência e um binário de 330 Nm.

Também o sistema e-Pedal continua presente, permitindo usar apenas o pedal do acelerador para a condução do dia a dia, sem (quase) recorrer ao pedal do travão.

Nissan X-Trail motor e-Power

Por fim, a variante mild-hybrid recorre ao mesmo 1,5 l turbo com tecnologia de compressão variável, apresentando-se com 163 cv (120 kW) e 300 Nm.

Exclusivamente disponível com tração dianteira, esta versão recorre a uma caixa CVT Xtronic. Quanto ao sistema mild-hybrid de 12 V, este oferece cerca de 6 Nm durante as acelerações.

Versão e-POWER Mild-hybrid 12 V
Lugares 5 7 5 7
Tração Dianteira Integral e-4ORCE Dianteira
Potência 204 cv (150 kW) 213 cv (157 kW) 213 cv (157 kW) 163 cv (120 kW)
Emissões 131 a 134 g/km 143 a 145 g/km 146 a 148 g/km 161 a 164 g/km 164 a 166 g/km
Consumos 5,8 a 5,9 l/100 km 6,3 a 6,4 l/100 km 6,4 a 6,5 l/100 km 7,1 a 7,2 l/100 km 7,2 a 7,4 l/100 km
Velocidade máxima 170 km/h 180 km/h 180 km/h 200 km/h
0 aos 100 km/h 8,0s 7,0s 7,2s 9,6s

Sete lugares, mas não para todos

Assente numa versão atualizada da plataforma CMF-C/D, o X-Trail está disponível em variantes de cinco e de sete lugares. Contudo, os lugares da terceira fila de bancos só podem ser usados por pessoas com até 1,60 m de altura.

Ainda no interior, o design do tabliê é idêntico ao que vimos no Rogue, com destaque para os dois ecrãs, um para o sistema de infoentretenimento e outro que serve de painel de instrumentos.

O ecrã tátil do sistema de infoentretenimento mede 12,3”, alberga a geração mais recente do sistema NissanConnect e é compatível com os sistemas Android Auto e Apple CarPlay, este último emparelhável sem fios.

O ecrã do painel de instrumentos também mede 12,3” e é complementado por um head-up display com 10,8” no qual são mostrados os dados de navegação, os sistemas de ajuda à condução ativos entre outras informações.

Tecnologia não lhe falta

No campo dos sistemas de segurança e ajuda à condução o novo Nissan X-Trail apresenta-se com o melhor que a marca japonesa tem para oferecer.

Equipado com uma versão melhorada do sistema ProPILOT, o X-Trail é capaz de acelerar e travar sozinho em autoestrada, sendo ainda capaz de arrancar sozinho em situações de «pára-arranca». Este sistema também é capaz de adaptar a velocidade de acordo com os sinais de trânsito lidos ou de acordo com os dados do sistema de navegação.

A juntar a tudo isto, o novo X-Trail conta ainda com sistemas de travagem autónoma de emergência e ainda faróis LED Matrix que desativam alguns feixes de luz para evitar encadear os condutores que circulam em sentido contrário.

Quando chega?

A Nissan diz que as entregas do novo X-Trail na Europa deverão iniciar-se no outono.

A NÃO PERDER: SEAT Tarraco e-HYBRID. Xcellence faz mais sentido que o FR?

Para já ainda não são conhecidos os preços para Portugal do novo SUV nipónico nem quando é que este estará disponível no mercado nacional.

Sabe responder a esta?
Qual era a potência oficial do Nissan Skyline GT-R (R34)?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Testámos o Nissan Skyline GT-R (R34) em vídeo. O verdadeiro Godzilla

Mais artigos em Notícias