Stellantis e Politécnico de Coimbra juntos para produzir um elétrico em Mangualde

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Indústria

Stellantis e Politécnico de Coimbra juntos para produzir um elétrico em Mangualde

Através de um contrato assinado com o Politécnico de Coimbra a Stellantis planeia produzir um modelo elétrico em Mangualde até 2025.

Depois de há uns meses ter ganho a produção de mais um modelo, a fábrica da Stellantis em Mangualde anuncia agora que irá produzir um modelo 100% elétrico.

A produção deste modelo resulta de um contrato de consórcio entre a Stellantis e o Instituto Politécnico de Coimbra inserido na agenda mobilizadora “GreenAuto: Green innovation for the Automotive Industry” do Plano de Recuperação e Resiliência português.

Segundo a diretora do Instituto de Investigação Aplicada do Politécnico de Coimbra, Marta Henriques: “O principal objetivo da assinatura do contrato consiste em transformar o setor automóvel nacional (…) criando condições para iniciar a produção de um novo veículo comercial ligeiro elétrico, a bateria, até 2025”.

VEJAM TAMBÉM: O último dos… Citroën 2CV feitos «falava» português
Fábrica de Mangualde Citroen Berlingo, Opel Combo, Peugeot Partner e Fiat Dobló
Aos poucos o portfólio de modelos produzidos na fábrica de Mangualde continua a aumentar e agora até um modelo elétrico será lá produzido.

Este contrato — cuja assinatura decorre esta quarta-feira — corresponde a um investimento de 60 milhões de euros.

Um esforço conjunto

O contrato de consórcio é liderado pela Stellantis (antiga PSA de Mangualde) e integra um total de 38 entidades.

Da parte do Instituto Politécnico de Coimbra, Marta Henriques esclareceu que “o investimento elegível para o IPC (Instituto Politécnico de Coimbra) é de cerca de 610 mil euros”.

Já quando foi anunciada a chegada de mais um modelo na fábrica de Mangualde o diretor executivo da Stellantis, Carlos Tavares, tinha antecipado a produção de um modelo elétrico naquela unidade fabril.

Na altura Carlos Tavares afirmou: “O que está ainda em aberto hoje é a data em que vai ser executado esse plano (…) ainda há muitas incógnitas acerca da velocidade a que as vendas e a procura dos veículos elétricos vão crescer”.

Fonte: Lusa

Sabe responder a esta?
Qual era a potência do Peugeot 106 Electric?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Este é o Peugeot 106 Electric, o antepassado do e-208

Mais artigos em Notícias