Porsche responde à Ferrari e mostra o 911 GT3 R de competição

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Apresentação

Porsche responde à Ferrari e mostra o 911 GT3 R de competição

O novo Porsche 911 GT3 R acaba de ser revelado e vai correr nas categorias principais do WEC e do IMSA já a partir de 2023.

Poucos dias depois de a Ferrari ter mostrado o 296 GT3, foi a vez da Porsche levantar o véu ao 911 GT3 R e mostrar as primeiras imagens oficiais daquele que deverá ser o maior rival da máquina de Maranello.

Baseado na geração 992 do 911, este 911 GT3 R fez a primeira aparição pública nas 24 Horas de Spa-Francorchamps no último fim de semana, encerrando assim um ciclo de desenvolvimento que começou ainda em 2019.

Segundo a marca de Estugarda, a prioridade foi melhorar a condução (para os pilotos profissionais e para os chamados gentleman drivers), bem como otimizar as performances e outros ajustes, e reduzir os custos para as equipas.

A NÃO PERDER: 296 GT3. O regresso de um Ferrari V6 às corridas de GT
Porsche 911 GT3 R vista de topo
O novo Porsche 911 GT3 R tem 4,619 m de comprimento e viu a distância entre eixos crescer para os 2,507 m.

“O novo 911 GT3 R tem um grande desafio pela frente”, disse Michael Dreiser, diretor de vendas da Porsche Motorsport, lembrando que o “seu precursor ganhou praticamente tudo na categoria GT3 ao longo de quatro temporadas”, onde se incluem as vitórias nas 24 Horas de Nürburgring e nas 24 Horas de Spa-Francorchamps.

Porsche 911 GT3 R traseira
Atrás, destaque para a imponente asa traseira em fibra de carbono, um detalhe característico dos modelos da categoria GT3.

Capacidade do motor cresceu

Um dos pilares do novo Porsche 911 GT3 R é o seu motor, que é muito semelhante ao que encontramos num 911 (992) de série. Trata-se de um seis cilindros boxer — refrigerado a água — que viu a sua cilindrada aumentar em 5%, tal como no 911 RSR, passando de 3997 cm3 para 4194 cm3, para uma potência em torno dos 565 cv.

A somar a isso, o motor naturalmente aspirado foi ainda inclinado 5,5º para a frente, o que deu uma maior liberdade na criação do difusor traseiro, permitindo assim ganhos substanciais em termos aerodinâmicos.

Inscrição "4.2" no capô do motor
A capacidade do motor boxer de seis cilindros passou de 3997 cm3 para 4194 cm3.

Suspensão revista e leveza à base de fibra de carbono

A suspensão também foi totalmente revista para melhorar a condução e oferecer uma maior precisão em curva. A juntar a isto, destaca-se o facto de as rodas traseiras estarem agora posicionadas ligeiramente mais atrás, permitindo assim reduzir a carga e o desgaste dos pneus traseiros.

LEIAM TAMBÉM: É com este 963 que a Porsche quer voltar a vencer em Le Mans

A massa também foi uma preocupação constante durante todo o processo de desenvolvimento do 911 GT3 R, que acusa apenas 1250 kg na balança. Para isso faz-se valer da sua carroçaria em alumínio e aço e de muitos componentes em fibra de carbono, tais como o capô dianteiro, a cobertura do motor, os painéis laterais, o tejadilho e as portas.

Quanto custa?

A Porsche já fez saber que o novo 911 GT3 R está disponível por um preço que arranca nos 511 000 euros, antes de impostos e antes de qualquer opcional.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi revelado o primeiro Porsche 911 GT3?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Glórias do Passado. Porsche 911 GT3, o alvo a abater

Mais artigos em Notícias