Elétrica e com 2000 cv, eis a Ford SuperVan do século XXI

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Goodwood Festival of Speed 2022

Elétrica e com 2000 cv, eis a Ford SuperVan do século XXI

Concebida pela Ford Pro, a nova Ford SuperVan promete captar as atenções no Goodwood Festival of Speed 2022.

Mudam-se os tempos, mudam-se as motorizações. Depois de ter usado motores provenientes de carros de Le Mans ou até da Fórmula 1, na sua quarta «geração» a Ford SuperVan tornou-se 100% elétrica.

Revelada no Goodwood Festival of Speed onde o piloto veterano de Le Mans, Romain Dumas, a pilotou, a nova SuperVan foi desenvolvida pela Ford Performance em conjunto com a STARD, uma empresa austríaca especializada em veículos de competição e carros de rali eletrificados.

O resultado final foi um super-furgão digno dos pergaminhos dos seus antecessores e que serve como uma «montra» das potencialidades dos elétricos.

A NÃO PERDER: Ao volante da Ford F-150 Lightning. O veículo elétrico mais importante nos EUA?
Ford SuperVan

Os detalhes da SuperVan elétrica

Na base da Ford SuperVan encontramos a plataforma da E-Transit Custom. Contudo, o furgão radical da Ford conta com uma direção, sistema de travagem e suspensão provenientes do mundo da competição. Por exemplo, as ligações ao solo são asseguradas por uma suspensão de duplos triângulos sobrepostos tanto no eixo dianteiro como no traseiro.

A animá-la temos quatro motores elétricos que lhe conferem tração integral e um total de 2000 cv de potência, tornando-a (de longe) na SuperVan mais potente de sempre e também na mais rápida, como comprovam os 2s necessários para acelerar dos 0 aos 100 km/h.

A alimentar os quatro motores elétricos encontramos uma bateria de 50 kWh de capacidade que conta com refrigeração líquida e está montada em posição central, tal como os motores das antigas SuperVan. Apesar de não sabermos qual a autonomia desta Ford SuperVan, sabemos que as suas baterias podem ser recarregadas em 45 minutos num carregador rápido.

VEJAM TAMBÉM: Nova Ford Ranger Raptor. Já sabemos quanto custa em Portugal

Visual à altura

Apesar de ter sido desenvolvida com base na plataforma da E-Transit Custom, esta SuperVan é bem diferente do furgão elétrico da marca norte-americana, conjugando esta plataforma com uma arquitetura spaceframe em aço e painéis de carroçaria em materiais compósitos.

Ford SuperVan
No interior só os ecrãs estabelecem uma ligação com as Transit «normais».

O resultado final foi uma carroçaria onde o desempenho aerodinâmico parece ter estado no topo das prioridades e na qual os detalhes herdados da competição são evidentes como o splitter dianteiro, as saias laterais, o difusor traseiro e, claro está, a enorme asa traseira.

Já no interior, temos uma roll-cage, bancos de competição e dois ecrãs: um serve de painel de instrumentos e o outro, herdado do Mustang Mach-E, conta com o sistema Ford SYNC que oferece vários sistemas de conetividade e infoentretenimento.

É também neste ecrã que se selecionam os vários modos de condução específicos desta Ford SuperVan. Capazes de alterar o mapeamentos do binário e da travagem regenerativa, estes modos permitem à SuperVan adaptar-se às mais diversas circunstâncias de utilização:

  • Road: para os momentos de condução «normal»;
  • Track: equilibra a velocidade e o comportamento em curva em pista;
  • Drag: potencia a aceleração máxima drag strips;
  • Drift: potencia as manobras de drift;
  • Rally: otimiza o desempenho em especiais de rali em asfalto e terra.

Acerca da nova Ford SuperVan, Amko Leenarts, Director de Design da Ford da Europa, afirmou: “A possibilidade de fazer parte da icónica história das SuperVan e recriar o que será uma SuperVan do século XXI, foi uma oportunidade de sonho (…) O quarto capítulo da história das SuperVan foi concebido para ser o mais rápido e o mais radical até agora, mantendo, ao mesmo tempo, todo o ADN da Transit”.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi lançada a primeira geração do Ford Bronco?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Ford Bronco. A história do «Mustang dos jipes»

Mais artigos em Notícias