Toyota, Air Liquide e CaetanoBus juntas para acelerar mobilidade do hidrogénio

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Hidrogénio

Toyota, Air Liquide e CaetanoBus juntas para acelerar mobilidade do hidrogénio

A Air Liquide, a Toyota e a CaetanoBus uniram forças para acelerar o desenvolvimento da mobilidade a hidrogénio na Europa e criar novos ecossistemas integrados.

A Air Liquide, a Toyota Motor Europe e a CaetanoBus acabam de assinar um memorando de entendimento com o objetivo de desenvolver sistemas integrados de hidrogénio.

Isto inclui o desenvolvimento de infraestruturas e frotas de veículos para acelerar a expansão da mobilidade de hidrogénio para veículos de passageiros e pesados.

Esta parceria “reflete a ambição compartilhada dos três parceiros de contribuir para a descarbonização dos transportes e acelerar o desenvolvimento de ecossistemas locais de hidrogénio para múltiplas aplicações de mobilidade”, pode ler-se no comunicado.

A NÃO PERDER: Quantos veículos “fuel cell” a hidrogénio foram vendidos em 2021?
Hydrogen Ecosystem
O ecossistema de hidrogénio defendido por estas três empresas.

As três empresas vão usar os seus conhecimentos para abordar toda a cadeia de valor da mobilidade do hidrogénio, desde a infraestrutura de produção até à distribuição e ao reabastecimento de hidrogénio renovável ou de baixa produção de carbono.

Inicialmente o foco estará nos autocarros, veículos comerciais ligeiros e automóveis. Mas mais tarde o objetivo é entrar também no segmento dos camiões.

Mas independentemente do veículo ou do segmento em causa, o objetivo principal deste entendimento é “contribuir para o surgimento de novos ecossistemas de hidrogénio em toda a Europa”.

CaetanoBus hidrogénio

“É um grande prazer trabalhar em projetos na área do hidrogénio com estes parceiros e ter a oportunidade de reforçar o papel de novas formas de energia para criarmos um modo de vida mais sustentável”, começou por dizer Patrícia Vasconcelos, diretora executiva da CaetanoBus.

“Estamos conscientes da responsabilidade do sector da mobilidade nesta missão e o nosso objetivo enquanto fabricante de autocarros é desenvolver continuamente novos veículos a hidrogénio, para reduzir as emissões nas cidades”, acrescentou.

“Se o pudermos fazer em parceria, de forma a criar um ecossistema completo, melhor ainda, porque as transições energéticas só são eficazes com um verdadeiro alinhamento entre empresas, cidades, e políticas públicas”, rematou a líder da CaetanoBus.

Sabe responder a esta?
Um destes modelos veio equipado com um motor V10. Qual?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Aqui só entram motores V10. Fiquem a conhecê-los

Mais artigos em Notícias