Range Rover Sport. Tudo sobre o mais desportivo dos Range Rover

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Apresentação

Range Rover Sport. Tudo sobre o mais desportivo dos Range Rover

O Range Rover Sport já se deu a conhecer. Nas versões PHEV traz baterias que fazem inveja inclusivamente a alguns 100% elétricos.

O novo Range Rover Sport foi finalmente revelado. Com esta nova geração chega também uma nova «promessa»: em 2024 será lançada uma versão 100% elétrica.

O que não significa que a eletrificação tenha sido esquecida. Como veremos mais adiante não falta «baterias» à versão híbrida plug-in deste novo membro da gama Range Rover.

Mas antes de falarmos dos motores que vão animar a terceira geração do SUV mais desportivo da gama Range Rover, vamos concentrar-nos no seu design, um dos motivos pelos quais este modelo britânico é mais conhecido.

TODOS OS PREÇOS: Novo Range Rover Sport já tem preços para Portugal

Tipicamente Range Rover mas… diferente

Como seria de esperar, o novo Range Rover Sport Mantém-se fiel às «linhas mestras» da marca. Mas o novo Range Rover Sport é igualmente bem sucedido na missão de ter uma identidade própria.

Range Rover Sport
Com 4946 mm de comprimento, 2209 mm de largura, 1820 mm de altura e 2997 mm de distância entre eixos, o Range Rover Sport cresce em quase todas as dimensões em relação ao antecessor: 4879 mm de comprimento, 1983 mm de largura, 1830 mm de altura e 2923 mm de distância entre eixos.

Na dianteira destacam-se os faróis esguios em LED e a grelha mais pequena do que a do Range Rover — para enaltecer o lado mais desportivo deste SUV. Na lateral são os puxadores das portas retráteis que captam mais atenções. Mas acaba por ser na traseira que o Range Rover Sport reúne as maiores diferenças para o seu «irmão».

Há duas diferenças substanciais. A passagem da chapa de matrícula para o para-choques e a «barra» horizontal que une as óticas traseiras.

Estas óticas traseiras têm ainda outra particularidade: estreiam a tecnologia Surface LED. Uma tecnologia que permite que a intensidade da superfície iluminada seja uniforme, independentemente do ângulo de visão.

Interior «familiar»

No interior as diferenças entre o Range Rover Sport e o Range Rover são menos notórias, mas ainda assim estão presentes. Por exemplo, o ecrã do sistema de infoentretenimento e a consola com os comandos do sistema de ventilação surgem numa posição menos vertical.

Equipado com a versão mais recente do sistema de infotainment Pivi Pro da Jaguar Land Rover, o Range Rover Sport conta com atualizações remotas (over-the-air) e, como seria de esperar, oferece de série a assistente de voz Amazon Alexa e ainda o emparelhamento wireless para smartphone.

Ainda no campo da tecnologia, encontramos um ecrã de 13,7” como painel de instrumentos, há um novo head-up display, o ecrã central curvo mede 13,1” e para transformar o habitáculo numa «sala de concertos» contamos com o sistema de som Meridian com tecnologia de cancelamento ativo do ruído da estrada.

E os motores?

Para já, o novo Range Rover Sport apresenta-se com duas versões híbridas plug-in (P440e e P510e), uma versão a gasolina (P530) e uma variante Diesel mild-hybrid (D300). Todas estas motorizações surgem associadas a uma caixa automática de oito relações da ZF.

Começando pelas versões híbridas plug-in, estas conjugam um seis cilindros em linha com 3.0 l a gasolina com um motor elétrico com 105 kW (143 cv) integrado na transmissão.

Este motor elétrico é alimentado por uma bateria de iões de lítio com uns generosos 38,2 kWh de capacidade (31,8 kWh dos quais utilizáveis) — tão grande ou maior do que alguns modelos 100% elétricos.

Graças a esta enorme bateria, a autonomia em modo puramente elétrico pode chegar aos 113 km.

Range Rover Sport
Num carregador de 50 kW é possível recarregar a bateria até 80% em uma hora. Já num carregador de 7,2 kW uma carga completa demora menos de cinco horas.

No P440e a potência máxima combinada é de 440 cv e 620 Nm enquanto no P510e esta ascende aos 510 cv e 700 Nm.

Quanto ao motor Diesel, consiste num 3.0 l de seis cilindros em linha da família Ingenium ao qual foi associado um sistema mild-hybrid de 48 V. Quanto à sua potência, e tal como anuncia a sua designação, fixa-se nos 300 cv e o binário máximo é de 650 Nm.

Range Rover Sport

Por fim, e tal como acontece no Range Rover, o V8 que anima o Range Rover Sport é proveniente da BMW. Com dois turbos e 4.4 l de capacidade, este propulsor debita 530 cv e 750 Nm. Para já este é o motor mais potente do Range Rover Sport e permite-lhe acelerar dos 0 aos 100 km/h em apenas 4,5s.

“Para o infinito e mais além”

Apesar do foco na dinâmica, o novo Range Rover Sport não descurou as capacidades «fora de estrada». Equipado com suspensão pneumática dinâmica e adaptativa, o Range Rover Sport é o primeiro Land Rover a contar com molas pneumáticas selecionáveis e câmaras de ar duplas adaptáveis.

Range Rover Sport
Ainda no campo da dinâmica, o Range Rover Sport vê o “Stormer Handling Pack” conjugar o sistema Dynamic Response Pro com a direção às quatro rodas e o diferencial eletrónico ativo com vetorização do binário através da travagem.

Contudo, é o sistema Terrain Response 2 com tecnologia Configurable Terrain Response que merece maior destaque. Entre as suas principais características, destaca-se o controlo de velocidade de cruzeiro para todo o terreno.

Na prática esta função permite ao sistema Terrain Response 2 detetar as condições do piso e ajustar automaticamente a velocidade do veículo. Pode ser usado em piso enlameado, areia ou até em passagens a vau (cuja capacidade máxima é de 900 mm). Uma vez acionado este sistema, o condutor tem apenas de se «preocupar» em controlar o volante.

Quando chega?

O novo Range Rover Sport já se encontra disponível para encomenda em Portugal, com preços a arrancarem nos 107 231 euros para o híbrido plug-in P440e.

Sabe responder a esta?
Qual destes modelos se baseava no Land Rover Discovery?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Não estão a ver mal. É mesmo um Honda
Em cheio!!
Vá para a próxima pergunta

ou leia o artigo sobre este tema:

Não estão a ver mal. É mesmo um Honda

Mais artigos em Notícias