Sucessor do Alfa Romeo Giulia será uma berlina? Provavelmente não

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Antevisão

Sucessor do Alfa Romeo Giulia será uma berlina? Provavelmente não

O sucessor do Alfa Romeo Giulia não só vai ser 100% elétrico como pode até abandonar o formato berlina da atual geração.

Aos poucos, o futuro do Alfa Romeo Giulia vai sendo revelado pelo diretor da marca italiana, Jean-Philippe Imparato.

Depois de há uns meses ter revelado que a próxima geração do Giulia seria totalmente elétrica, o executivo francês levantou agora a possibilidade de que o novo Giulia poderá nem ser uma berlina.

Em declarações à Autocar, Imparato começou por recordar que tanto o Giulia como o Stelvio ainda têm alguns anos pela frente.

A NÃO PERDER: Alfa Romeo confirma “SUV de topo” acima do Stelvio para 2027
Alfa Romeo Giulia
Na próxima geração podemos já não ter um Giulia berlina.

Contudo, o diretor da Alfa Romeo também disse que já «deu ordem» aos designers, liderados por Alejandro Mesonero-Romanos, o ex-chefe de design da SEAT e CUPRA, para começarem a trabalhar sobre o sucessor do Giulia e parecem estar a caminho algumas novidades.

Adeus, berlina. Olá, carrinha?

Apesar de afirmar que não pretende abandonar o segmento das berlinas, recordando que “faz parte do ADN da Alfa Romeo ter uma berlina desportiva”, Imparato terá dado instruções aos designers para que uma das propostas para o sucessor do Giulia tenha contornos mais semelhantes à de uma carrinha, como vimos no potencial rival Genesis G70 Shooting Brake.

Outra possibilidade passa pela criação de um modelo cuja carroçaria não seja uma berlina ou uma carrinha tradicionais, mas algo que esteja a meio caminho dos dois.

Acerca dessa possibilidade, Imparato afirmou: “houve muitas sugestões de que deveria haver uma versão carrinha do Giulia. Talvez haja um ponto de inflexão entre a berlina e uma carrinha. Com um novo Giulia, talvez possamos ter o melhor dos dois mundos”.

Alfa Romeo 159
O 159 foi o último Alfa Romeo a contar com uma variante carrinha.

Um bom exemplo desta «mistura» é o Citroën C5 X, um modelo que combina os atributos de uma berlina, de um hatchback e de um SUV num novo tipo de crossover.

Eletrificação assegurada

Se há algo acerca do qual não restam quaisquer dúvidas é de que o novo Alfa Romeo Giulia será 100% elétrico.

Apesar de as informações serem ainda escassas, os rumores indicam que assentará sobre a STLA Large, a nova plataforma da Stellantis sucessora da Giorgio, que atualmente equipa o Giulia.

Caso tal se confirme, o novo Giulia terá de crescer, pois a Stellantis avançou que a STLA Large equipará modelos a partir dos 4,7 m de comprimento e 1,9 m de largura.

Esta será equipada com os EDM (Electric Drive Module) mais potentes avançados pela Stellantis, que prometem entre 150 kW e 330 kW de potência (204 cv e 449 cv), alimentados por baterias entre os 101 kWh e 118 kWh — autonomias previstas até 800 km — e sistemas elétricos de 400 V ou 800 V.

Fonte: Autocar

Sabe responder a esta?
Qual era a potência do Alfa Romeo 147 GTA?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Hot Hatch com 6 cilindros. A receita mais apaixonante?

Mais artigos em Notícias