Herbert Diess: "conflito prolongado na Ucrânia será pior do que a pandemia"

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Indústria

Herbert Diess: “conflito prolongado na Ucrânia será pior do que a pandemia”

Herbert Diess, o CEO do Grupo Volkswagen, afirma que os efeitos de um conflito prolongado na Ucrânia serão piores que os da pandemia.

Com o conflito na Ucrânia a não dar sinais de abrandamento, Herbert Diess, o diretor executivo do Grupo Volkswagen, mostra-se preocupado com os efeitos que um conflito prolongado naquele país poderá ter na economia dos países europeus.

Citado pela Automotive News Europe, Herbert Diess afirma que “uma guerra prolongada na Ucrânia arrisca ser muito pior para a economia dos países europeus do que foi a pandemia”.

Uma das principais ameaças é a elevada taxa de inflação. Já outra passa pelas interrupções nas cadeias de abastecimento que Diess relembra “poderiam levar a enormes aumentos de preços, escassez de energia e inflação”.

A NÃO PERDER: Herbert Diess: “Na Europa vai ser quase impossível dizer adeus ao motor de combustão”
Volkswagen Wolfsburgo
A fábrica da Volkswagen em Wolfsburgo já sente os efeitos do conflito na Ucrânia. Matthias Leitzke

Os efeitos na indústria

Como seria de esperar, os efeitos do conflito na Ucrânia já se começaram a fazer sentir na indústria automóvel e o Grupo Volkswagen não é exceção.

Ainda na semana passada as quebras no fornecimento de arneses de cabos elétricos afetou algumas linhas de produção da Volkswagen (incluindo na sede em Wolfsburgo) e obrigaram a Porsche a suspender a produção na sua fábrica de Leipzig, na Alemanha.

leoni cabos elétricos
Um automóvel médio atual tem cerca de 5 km de cablagens.

Também a BMW e a Mercedes-Benz têm-se debatido com a escassez de arneses de cabos elétricos provocada pelo fecho dos fornecedores localizados no oeste da Ucrânia devido à invasão da Rússia ao país.

Uma «tempestade perfeita»

Como se não bastassem os efeitos económicos do conflito na Ucrânia e as quebras nas cadeias de abastecimento, não convém esquecer que a indústria automóvel está ainda a tentar sair de uma crise e a enfrentar outra.

A primeira é a crise provocada pela pandemia que fez o mercado automóvel cair drasticamente em 2020 e à qual se veio juntar a escassez de semicondutores que contribuiu para que em 2021 as vendas na Europa ficassem abaixo das conseguidas em 2020.

A juntar a tudo isto, na Europa os construtores automóveis estão ainda na expectativa da entrada em vigor não só da «famosa» norma de emissões Euro 7, como da obrigatoriedade de uma série de sistemas de segurança e ajuda à condução, entre os quais o «Assistente Inteligente de Velocidade».

 

 

Sabe responder a esta?
Qual era a potência do Volkswagen Lupo GTi?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Glórias do Passado. Volkswagen Lupo GTI, genuíno “pocket rocket”

Mais artigos em Notícias