Conversão de fábrica confirma sucessores elétricos para os Porsche 718 Cayman e 718 Boxster

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Indústria

Conversão de fábrica confirma sucessores elétricos para os Porsche 718 Cayman e 718 Boxster

A Porsche vai investir 500 milhões de euros na fábrica de Zuffenhausen para produzir os sucessores elétricos dos 718 Cayman e 718 Boxster.

A fábrica da Porsche em Zuffenhausen vai ser alvo de uma «revolução», tudo para acolher a produção dos sucessores 100% elétricos dos Porsche 718 Cayman e 718 Boxster.

Segundo avança a Automobilwoche, a Porsche vai investir um total de 500 milhões de euros para converter a fábrica na qual serão produzidos, já a partir do próximo ano, os dois novos modelos elétricos.

Apesar de avultado, este investimento é inferior ao valor que a Porsche investiu para preparar a fábrica onde é produzido o Taycan, investimento esse que em 2018/2019 ascendeu a um total de 700 milhões de euros.

A NÃO PERDER: Porsche Taycan. O mais rápido a carregar entre Los Angeles e Nova Iorque
Porsche 718 Cayman e Boxter

A sucessão elétrica

Para já, a única coisa de que realmente há certezas acerca dos novos Porsche 718 Cayman e 718 Boxster é que serão 100% elétricos. Quase tudo o resto permanece no «segredo dos deuses», até a sua denominação, que poderá ser distinta da atual.

O Porsche Mission R, apresentado no Salão de Munique em 2021, é o que nos dá a imagem mais clara do que esperar dos futuros desportivos. O protótipo quis-nos mostrar o que poderá ser o futuro da competição Porsche Cup. Mas retirem o «aparato» dos circuitos e podemos estar muito bem a ver os futuros 718 Cayman e 718 Boxster.

A servir de base para os desportivos elétricos poderá estar a nova PPE, a plataforma dedicada para elétricos que está a ser desenvolvida em conjunto pela Porsche e a Audi, e que será estreada em 2023 pelo novo Porsche Macan.

Os rumores apontam para uma autonomia de cerca de 400 km, com os dois desportivos elétricos a recorrerem a baterias fornecidas pela empresa finlandesa Valmet, em vez das fornecidas pela Dräxlmaier, como acontece com a gama Taycan.

Esta decisão vai permitir criar 160 postos de trabalho na Alemanha, pois a empresa finlandesa planeia construir uma nova fábrica para produzir estas baterias.

Pouco mais se sabe, em concreto, sobre os sucessores 100% elétricos dos Porsche 718 Cayman e 718 Boxster. Foi reportado ainda que o projeto está atrasado um ano, justificado pela sua complexidade e pela demora de coordenação entre as marcas do Grupo Volkswagen.

Sabe responder a esta?
Qual destes carros teve influência da Porsche no seu desenvolvimento?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

19 projetos que tiveram o «dedinho» da Porsche e vocês não sabiam

Mais artigos em Notícias