Aston Martin DBX707. O SUV de luxo mais potente e rápido do mundo

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Apresentação

Aston Martin DBX707. O SUV de luxo mais potente e rápido do mundo

Com um nome autoexplicativo, o Aston Martin DBX707 apresenta-se com um V8 biturbo de 707 cv que faz dele o SUV mais potente do mercado.

Afinal não se chama DBX S, mas surge com o sugestivo nome Aston Martin DBX707.

A marca britânica promoveu-o como “o SUV de luxo mais potente do mundo” e agora confirma-se: não era bluff.

Afinal de contas, os 707 cv (e 900 Nm) garantidos pelo V8 4.0 l biturbo da Mercedes-AMG — só o GT Black Series extrai mais cavalos deste motor — são bem mais do que os 650 cv do Lamborghini Urus e os 635 cv do Bentley Bentayga Speed.

A NÃO PERDER: Não está fácil o Aston Martin Valkyrie chegar aos seus donos
Aston Martin DBX707

SUV mais potente do que o DBX707 só nos EUA onde encontramos os (praticamente descontinuados) Jeep Grand Cherokee Trackhawk e o Dodge Durango SRT Hellcat, ambos com um 6.2 V8 Supercharged (o mesmo dos Hellcat) que debitam entre 717 cv e 720 cv.

Os segredos desta versão

Segundo a Aston Martin, para ganhar 157 cv e 200 Nm face ao V8 que equipa o DBX «normal», o V8 biturbo não só recebeu uma afinação específica como passou a contar com dois turbos de rolamentos. Quanto a outras possíveis alterações a Aston Martin manteve, por agora, o secretismo.

O que foi revelado é que o DBX707 recebeu uma nova caixa automática de nove relações, um sistema de tração integral melhorado e ainda um diferencial autoblocante.

Tudo isto traduz-se num tempo dos 0 aos 100 km/h de apenas 3,3s e uma velocidade máxima de 310 km/h, valor que faz dele o SUV mais rápido do mundo.

LEIAM TAMBÉM: Antes do Cygnet, a Aston Martin criou o luxuoso Frazer-Tickford Metro

Ao nível do chassis, o DBX707 conta com uma suspensão a ar melhorada, um sistema de direção revisto e ainda travões carbo-cerâmicos de 420 mm à frente e 390 mm atrás e pinças de seis pistões. Por fim, as ligações ao solo são asseguradas por pneus Pirelli montados em jantes de 22” ou 23”.

Visual à altura

Visualmente o Aston Martin DBX707 não passa despercebido. Na dianteira temos uma grelha de maiores dimensões e com um novo padrão, um novo para-choques, novas entradas de ar e ainda novas luzes diurnas.

Na lateral destacam-se as saias laterais, enquanto na traseira além das quatro saídas de escape antecipadas por alguns protótipos de testes, temos ainda um enorme spoiler e um vistoso difusor.

Por fim, no interior o Aston Martin DBX707 conta com uma parte inferior da consola central redesenhada.

Por lá estão albergados os novos comandos para selecionar os modos de condução, o som ativo do escape, para desligar o ESP ou selecionar o modo manual da transmissão. A juntar a isto temos ainda bancos desportivos e três tipos de decoração interior.

Com o arranque da produção marcado para o primeiro trimestre de 2022, o Aston Martin DBX707 deverá começar a ser entregue no segundo trimestre do ano. Para já o seu preço ainda não foi revelado.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi lançado o protótipo Porsche C88?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

C88. Este devia ser o “Dacia Logan” da Porsche para a China

Mais artigos em Notícias