Purosangue, és tu? Primeiro SUV da Ferrari «apanhado» sem camuflagem

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Fuga de imagens

Purosangue, és tu? Primeiro SUV da Ferrari «apanhado» sem camuflagem

O Ferrari Purosangue será revelado ainda este ano, mas parece que alguém não quis esperar pela sua apresentação oficial.

O Ferrari Purosangue é a prova de que a «febre dos SUV» é tão grande que nem uma marca como a Ferrari lhe consegue «resistir».

Com estreia prevista para este ano, o Purosangue já foi várias vezes «apanhado» em testes, mas sempre com uma densa camuflagem que não deixava adivinhar muito das suas formas.

Contudo, uma fuga de imagens veio revelar aquelas que são, muito provavelmente, as linhas finais do primeiro SUV de Maranello.

LEIAM TAMBÉM: Ferrari. Recorde de vendas em 2021, bónus generoso para os funcionários

Visual familiar e… aventureiro

Na dianteira é possível ver algumas semelhanças formais entre as suas óticas e as usadas pelo SF90, havendo ainda um grupo adicional de elementos óticos no para-choques (serão os verdadeiros faróis?). A grelha é ladeada por esse segundo grupo de óticas, surgindo numa posição baixa, como acontece tipicamente com outros Ferrari de motor dianteiro.

Na lateral sobressaem as proteções da carroçaria — à volta dos arcos das rodas e a contornar a base da carroçaria —, uma solução típica dos SUV/Crossover. Quem diria que algum dia fôssemos ver um Ferrari com este tipo de elementos?

Por fim, na traseira os farolins trazem à memória os usados pelo 296 GTB, destacando-se ainda as quatro saídas de escape e o difusor. Assim como o volume traseiro, que revela semelhanças com o dos FF e GTC4Lusso.

O que esperar do Purosangue

Primeiro SUV (ou FUV como lhe chamam em Maranello) da Ferrari, o Purosangue terá como ponto de partida a mesma plataforma space frame em alumínio, muito modular e flexível, do mais compacto Roma: motor montado à frente longitudinalmente, atrás do eixo, e transmissão montada atrás (transaxle), para uma melhor distribuição de massas.

Quanto às motorizações, apesar de ainda nada ter sido confirmado, há uma certeza: o Purosangue será um híbrido plug-in. O grupo motriz do SF90 apresenta-se como o mais provável «candidato» — V8 biturbo e motor elétrico e transmissão às quatro rodas, via uma caixa de dupla embraiagem.

A NÃO PERDER: As máquinas com motores Ferrari que não são Ferrari

Porém, é pouco provável que se apresente com os 1000 cv de potência do superdesportivo. Além deste motor, há rumores que apontam que o inédito Ferrari Purosangue poderá ainda vir a contar com o V6 biturbo híbrido plug-in do novo 296 GTB como motorização de acesso.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi revelado o Ferrari 365 GT4 BB?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Fomos enganados. Afinal BB em Ferrari 365 GT4 BB não significa Berlinetta Boxer

Mais artigos em Notícias