Fartos de SUV? Esta Peugeot 505 4x4 Dangel pode ser a solução

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Venda

Fartos de SUV? Esta Peugeot 505 4×4 Dangel pode ser a solução

Uma das primeiras «carrinhas aventureiras», a Peugeot 505 4x4 Dangel nunca foi uma visão muito comum nas estradas, mas será que justifica os 59 mil euros pedidos?

Já protagonista nas páginas da Razão Automóvel, a Peugeot 505 4×4 Dangel é daqueles automóveis que conseguem captar as atenções por onde quer que passem.

Criada pela francesa Dangel nos anos 1980 com o intuito de oferecer uma alternativa aos então rústicos jipes, a 505 4×4 Dangel antecipou uma «moda» que ainda hoje tem seguidores na forma de modelos como a Mercedes-Benz Classe C All-Terrain, a Audi A4 Allroad ou a Volvo V60 Cross Country.

Produzida em números relativamente reduzidos — cerca de 5000 unidades das 504 4X4 Dangel e 505 4X4 Dangel foram produzidas —, a aventureira carrinha gaulesa é hoje uma raridade e por isso quando uma surge à venda os valores pedidos tendem a ser algo elevados.

A NÃO PERDER: 20 anos antes da Audi Allroad e da Volvo V70 XC já havia uma AMC Eagle

Como nova

É o caso, precisamente, da unidade de que vos falamos hoje. Saída da linha de produção em 1985, esta Peugeot 505 4×4 Dangel está anunciada no site Ruote da Sogno por 59 000 mil euros. Só para efeitos de comparação, a novíssima Classe C All Terrain começa nos 62 450 euros.

Além da raridade, há outro fator que ajuda a justificar o valor pedido por esta 505 4×4 Dangel: o seu estado de conservação. Apesar de contar com praticamente 37 anos, esta carrinha parece ter acabado de sair do stand.

Com uma pintura específica, esta 505 Dangel 4×4 conta com todos os logótipos «obrigatórios», com pneus específicos para todo o terreno, uma prática grade no tejadilho e com um interior que disfarça muito bem os 111 022 km que o odómetro anuncia. Por falar no interior, é lá que encontramos um dos poucos acessórios não originais: um prático/útil inclinómetro.

A NÃO PERDER: Os números que fizeram da Peugeot a «rainha» das vendas em Portugal em 2021

Já debaixo do capô mora um 2.0 l de quatro cilindros naturalmente aspirado a gasolina capaz de debitar 110 cv e 171 Nm. Já o envio desse binário às quatro rodas está a cargo de uma caixa manual de cinco relações.

Posto isto, resta apenas uma pergunta: acham que esta Peugeot 505 4×4 Dangel justifica um preço superior ao pedido pelo novo Peugeot 3008 GT HYBRID4 com 300 cv? Deixem a vossa opinião na caixa de comentários.

Sabe responder a esta?
Qual era a potência do Peugeot 106 Electric?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Este é o Peugeot 106 Electric, o antepassado do e-208

Mais artigos em Notícias