Puma Hybrid Rally1 «estraga» a festa da unidade 1 milhão da fábrica da Ford em Craiova

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Vídeo

Puma Hybrid Rally1 «estraga» a festa da unidade 1 milhão da fábrica da Ford em Craiova

A fábrica de Craiova, Roménia da Ford está de parabéns: produziu a sua unidade 1 milhão. Mas a nova arma para o WRC da Ford, o Puma Hybrid Rally1 «estragou» a festa.

Um importante marco histórico foi atingido pela fábrica da Ford em Craiova, Roménia: foi produzida a unidade um milhão. A honra acabou por ficar reservada a um Puma ST-Line na cor Desert Island Blue, alimentado pelo motor EcoBoost Hybrid de 155 cv.

Um momento digno de ser celebrado, mas que acabou por ser «interrompido» pelo Puma Hybrid Rally1, a nova «arma» da Ford para o Campeonato do Mundo de Ralis de 2022.

A nova máquina de ralis «usa e abusa» das instalações da fábrica romena, como se tratasse mais de uma super-especial, em antecipação ao campeonato que se avizinha. Com Adrien Fourmaux, piloto do M-Sport Ford World Rally Team (WRT) aos comandos do Puma Hybrid Rally1, vemos a nova máquina da Ford em ação.

TÊM DE VER: Revelador. Círculo amarelo neste Ford Puma ST antecipa evolução híbrida

Ford Puma Hybrid Rally1

O novo Puma Hybrid Rally1, com estreia oficial no WRC 2022 para o próximo Rali de Monte Carlo, vai tomar o lugar do muito bem sucedido Fiesta WRC (três títulos mundiais conquistados), e já está em conformidade com os novos regulamentos do WRC.

Isto significa que, pela primeira vez, vamos ter carros de rali eletrificados a competir na categoria máxima da disciplina, Rally1. O Puma Hybrid Rally1, como os seus rivais, vão conseguir recuperar energia em desaceleração e travagem, que será armazenada numa bateria de 3,9 kWh. O sistema híbrido, no total, tem 95 kg.

Ford Puma hybrid Rally1

Poderão depois usá-la em curtos momentos de boost, de apenas três segundos, alimentando um motor elétrico de 100 kW (136 cv) que complementará a ação do 1.6 EcoBoost a gasolina.

Tem a particularidade de poder ainda se deslocar em modo totalmente elétrico — para usar nos parques de assistência ou atravessar uma localidade — e a bateria pode ser recarregada externamente, demorando perto de 25 minutos a carregar.

2008, sai o primeiro Ford de Craiova

O marco da milionésima unidade produzida foi atingido 12 anos depois da marca norte-americana ter adquirido esta fábrica em 2008, que por lá produziu o Transit Connect e o B-Max, e produz hoje, além do Puma, também o EcoSport.

Fábrica de Craiova
Fundada em 1976 pela Oltcit, um construtor automóvel romeno, este mudaria de nome em 1991 para Automobile Craiova e em 1994 faria uma parceria com a Daewoo, que em 1997 passou a chamar-se Daewoo Automobile Romania — Matiz, Nubira II e Espero foram lá produzidos. A compra da Daweoo pela GM não incluía a fábrica de Craiova, levando à sua compra, mais tarde, pela Ford em 2008. O primeiro Ford a ser produzido lá foi a Transit Connect.

Além de automóveis, a Ford também produz lá o referencial motor EcoBoost de três cilindros e mil centímetros cúbicos.

No início deste ano a Ford anunciou um investimento de mais de 265 milhões de euros na fábrica de Craiova — desde que comprou a fábrica, já investiu aproximadamente 1,77 mil milhões de euros nesta unidade de produção — que culminará na produção de um novo veículo comercial ligeiro a partir de 2023.

O novo modelo, ainda sem nome, ganhará ainda uma versão 100% elétrica em 2024, o que fará dele, assim, o primeiro automóvel elétrico a ser produzido na Roménia.

Trabalham, atualmente, cerca de 6000 pessoas na fábrica de Craiova, e por lá já foram instalados mais de 600 robôs.

Mais artigos em Notícias