NOVIDADES 2022. Artura. O primeiro híbrido de série da McLaren traz um novo V6

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

NOVIDADES 2022

Artura. O primeiro híbrido de série da McLaren chega em 2022 e traz um novo V6

O Artura é o primeiro modelo eletrificado de produção em série da McLaren, mas também estreia um novo motor de combustão.

Já é possível de encomendar, mas as primeiras unidades do novo McLaren Artura só vão chegar aos clientes em 2022 e é um modelo significativo para o fabricante de Woking.

É o primeiro modelo eletrificado (híbrido plug-in) do fabricante de superdesportivos de Woking a ser produzido em série («esquecendo» os limitados P1 e Speedtail) e por isso estreou também uma nova arquitetura, feita de raíz: a MCLA. Acrónimo para McLaren Carbon Lightweight Architecture, foi otimizada para a eletrificação e estará na base da uma nova geração de McLaren eletrificados.

O Artura marca, por isso, uma nova era dentro da McLaren e vai posicionar-se ao lado do 720S na gama intermédia da marca britânica, entre o GT no nível de entrada e os restantes Ultimate Series — Senna, Speedtail e (mais recentemente) Elva.

A NÃO PERDER: As 100 NOVIDADES para 2022 que têm de conhecer
McLaren Artura
McLaren Artura

Com uma carroçaria feita em alumínio e fibra de carbono, o McLaren Artura tem um peso em ordem de marcha de apenas 1498 kg, um registo semelhante ao de muitos outros superdesprotivos sem sistemas híbridos.

E é precisamente essa mecânica híbrida — e o arsenal de números adjacente — que mais impressiona. Trata-se de um sistema que combina um inédito motor V6 biturbo de 3,0 l e 585 cv, com um motor elétrico de 94 cv e com uma bateria de iões de lítio de 7,4 kWh de capacidade.

McLaren Artura

Contas feitas, o Artura disponibiliza uma potência máxima combinada de 680 cv e um binário máximo de 720 Nm, ao mesmo tempo que é capaz de oferecer uma autonomia elétrica de até 30 km, a velocidades de até 130 km/h.

A NÃO PERDER: Bruto. Aston Martin Victor casa V12 NA de 848 cv com caixa manual

Mas quando tudo se junta e temos os 680 cv à disposição, é possível atingir os 330 km/h de velocidade máxima (limitada eletronicamente) e fazer um sprint dos 0 aos 100 km/h em apenas 3s. Chegar aos 200 km/h demora 8,3s e acelerar até aos 300 km/h é algo que se faz em meros 21,5s.

McLaren Artura

Quanto vai custar?

A McLaren ainda não disponibilizou o preço do Artura no mercado português, mas estima-se que este «super-híbrido» tenha um valor de entrada a rondar os 300 000 euros.

Sabe responder a esta?
Em que ano a Lamborghini estreou o Gallardo?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Aqui só entram motores V10. Fiquem a conhecê-los

Mais artigos em Notícias