Apresentação

McLaren Senna GTR LM. A (nova) homenagem à vitória em Le Mans em 1995

Feito à medida e limitado a cinco unidades, o McLaren Senna GTR LM comemora os 25 anos da vitória do McLaren F1 GTR nas 24 Horas de Le Mans.

Poucos meses depois de ter revelado o McLaren 720S Le Mans, uma homenagem à vitória do F1 GTR nas 24 Horas de Le Mans de 1995, a marca britânica voltou a querer comemorar os 25 anos da histórica conquista e revelou cinco unidades do McLaren Senna GTR LM.

Encomendadas por clientes, estas cinco unidades foram feitas “à medida” pela McLaren Special Operations e apresentam uma decoração inspirada nos McLaren F1 GTR que correram na famosa prova de resistência há 25 anos.

Segundo a McLaren cada um dos exemplares demorou, pelo menos, 800 horas a ser pintado à mão (!) e foi preciso pedir autorizações especiais a empresas como a Gulf, Harrods ou a Automobile Club de l’Ouest (ACO) por forma a recriar os logótipos dos patrocinadores dos carros que correram em Le Mans em 1995.

VÊ TAMBÉM: McLaren revela nova arquitetura para superdesportivos híbridos

O que mais muda?

Face aos restantes Senna GTR não faltam novidades a estas cinco unidades (muito) especiais. Assim, no exterior destacam-se ainda as saídas de escape específicas, as jantes de cinco braços da OZ Racing e as pinças de travão e braços de suspensão dourados.

No interior temos uma placa com o número do chassis do F1 GTR cuja decoração serve de inspiração e há ainda uma dedicatória gravada onde surge a data da corrida de 1995, o nome dos pilotos do respetivo carro “gémeo” e a posição em que terminaram.

VÊ TAMBÉM: McLaren 620R. Já conduzimos e “pilotámos” o que mais próximo há do 570S GT4 de competição

A isto acrescenta-se ainda um volante de competição, patilhas da caixa de velocidades e botões de controlo em dourado, fitas para abertura das portas em couro (não há os tradicionais puxadores) e os encostos de cabeça são bordados.

A mecânica não foi esquecida

Por fim, no capítulo mecânico estes McLaren Senna GTR LM também trazem novidades. Para começar, graças à adoção de peças produzidas com materiais mais leves, foi possível alcançar uma redução do peso do motor na casa dos 65%.

VÊ TAMBÉM: Testámos o McLaren Senna GTR. Um monstro exclusivo para as pistas

Além disto, o V8 com 4.0 l biturbo que anima o Senna GTR viu a potência subir para os 845 cv (mais 20 cv) e a curva de binário foi revista, oferecendo mais binário a rotações mais baixas e permitindo que o red line surja perto das 9000 rpm em vez das habituais 8250 rpm.

Com a promessa de que os cinco clientes destes McLaren Senna GTR LM os poderão conduzir no circuito de La Sarthe onde se disputam as 24 Horas de Le Mans no dia em que a prova for disputada em 2021.

McLaren Senna GTR LM

Tal como o Senna GTR, estes McLaren Senna GTR LM não podem circular na via pública, sendo exclusivos para a pista. Quanto ao preço, esse continua a ser uma incógnita, mas apostamos que deve ser bem superior aos quase quase 2,5 milhões de euros que custa o já exclusivo McLaren Senna GTR.

Sabes responder a esta?
Qual é a potência do McLaren Elva?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

McLaren Elva. Roadster extremista onde até o para-brisas é opcional

Mais artigos em Notícias