Não parece, mas o Volkswagen Iltis esteve na origem do Audi Quattro

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Leilões

Não parece, mas o Volkswagen Iltis esteve na origem do Audi Quattro

Não deixem que a pintura militar vos engane, o Volkswagen Iltis foi fundamental para que o lendário Audi Quattro tivesse existido.

Sempre que se fala de um novo Audi com o sistema quattro, a conversa acaba invariavelmente por ir parar ao Quattro original, que foi apresentado em 1980 e que transformou para sempre o mundo dos ralis.

Mas bem menos conhecido é o modelo que serviu de «inspiração» para aquele que foi o primeiro desportivo a combinar tração integral com um motor turbo: o Volkswagen Iltis, ou Type 183.

Sim, isso mesmo. Se não fosse este jipe que a Volkswagen construiu para o exército alemão, para substituir o DKW Munga, provavelmente o Audi Quattro não tinha existido.

A NÃO PERDER: Pagaram quase 200 mil euros pelo último Audi Quattro a sair da linha de produção
VW iltis Bombardier © Bring a Trailer

Mas vamos por partes. Nessa altura, a Volkswagen tinha acabado de comprar as várias marcas da Auto Union, incluindo a DKW, que esteve na base do ressurgimento da Audi.

E foi já no desenvolvimento do Iltis, em 1976, em estradas cobertas de neve, que um engenheiro da marca dos quatro anéis, Jorg Bensinger, percebeu o potencial do sistema de tração integral aplicado a um automóvel ligeiro, impressionado pela prestação do Iltis em condições de aderência tão precárias.

Assim nasceu o conceito que esteve na base da criação do Audi Quattro, um modelo cujo impacto ainda se faz sentir nos dias de hoje e que fará sempre parte do imaginário de todos quantos assistiram às suas exibições de gala no mundial de ralis.

VW iltis Bombardier © Bring a Trailer

E por falar em competição, o Volkswagen Iltis, apesar das origens militares, também não é estranho a ela. O Iltis faz parte dos livros de história do desporto automóvel, mais precisamente faz parte da história do Rali Paris-Dakar, que venceu em 1980.

Por tudo isto, não faltariam desculpas (ou motivos de interesse) para falar deste pequeno veículo todo o terreno da marca de Wolfsburgo, mas este exemplar em particular que aqui vos trazemos é notícia por estar em busca de um novo dono.

LEIAM TAMBÉM: E-Legend EL1. Audi Quattro renasce como “super-elétrico” com 816 cv

Construído em 1985, este Iltis, curiosamente, não é (tecnicamente) um Volkswagen, mas sim um Bombardier. Não deixa de ser exatamente idêntico a um Volkswagen Iltis, mas faz parte de uma série construída sob licença pela Bombardier para o exército do Canadá.

À venda na Carolina do Norte, nos Estados Unidos da América, através do conhecido portal de leilões Bring A Trailer, este Iltis soma apenas 3584 km (2226 milhas) no odómetro, que de acordo com o anúncio é apenas a distância percorrida desde um restauro integral que sofreu em 2020. A quilometragem total é desconhecida  E… pouco mais se sabe sobre ele.

Certo, para já, é que este Iltis se apresenta em grande forma, exibindo uma pintura camuflada verde e preta e vários elementos que não nos deixam esquecer o seu passado militar, quer no exterior, quer no habitáculo, que ainda mantém o assento do operador de rádio na traseira.

VW iltis Bombardier © Bring a Trailer

Na altura em que este artigo foi publicado, faltavam poucas horas para o final do leilão deste modelo e a licitação mais alta estava fixada nos 11 500 dólares, qualquer coisa como 9918 euros. Resta agora saber se o preço ainda vai sofrer alterações até o martelo — virtual, claro está… — cair. Acreditamos que sim.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi lançado o Audi A4?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Audi A4 faz 25 anos. Todas as gerações do Audi mais vendido de sempre

Mais artigos em Notícias