Opel aumenta autonomia do Corsa-e e Mokka-e sem mexer na bateria. Como?

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Novidades

Opel aumenta autonomia do Corsa-e e Mokka-e sem mexer na bateria. Como?

A partir de 2022 todos os Opel Corsa-e e Mokka-e vão oferecer mais autonomia, apesar de manterem a mesma bateria de 50 kWh.

Os Corsa-e e Mokka-e são, neste momento, os «pontas de lança» da ofensiva elétrica da Opel, que já fez saber que até 2024 terá uma gama de produtos totalmente electrificada (híbridos e elétricos) e que a partir de 2028 só irá vender automóveis elétricos na Europa.

Mas por agora, os Corsa-e e Mokka-e são os únicos modelos 100% elétricos da gama de passageiros da marca de Rüsselsheim e à imagem do que vimos com os «primos» Peugeot e-208 e e-2008 e DS 3 Crossback E-Tense, acabam de ganhar mais autonomia.

A capacidade da bateria permanece inalterada, mantendo-se fixada nos 50 kWh (46 kWh de capacidade útil). O mesmo pode ser dito para a potência e o binário destes dois modelos: 100 kW (136 cv) e 260 Nm.

A NÃO PERDER: Mokka-e. Testámos o elétrico que abre uma nova era na Opel

 

Opel Corsa-e
Opel Corsa-e © Fernando Gomes / Razão Automóvel

E isto leva-nos naturalmente a uma pergunta: mas afinal o que mudou? Bem, de acordo com a Opel, ambos os modelos vão contar com um ganho de 7% ao nível da autonomia.

O Corsa-e, lançado em 2019, passa a ser capaz de percorrer até 359 km com uma carga (antes 337 km), de acordo com o ciclo WLTP. Já o Mokka-e, que entrou em comercialização em 2020, viu a autonomia crescer até aos 338 km (WLTP), quando antes era de 318 km.

Opel Mokka-e Ultimate
Opel Mokka-e © Fernando Gomes; Editado por Thomas V. Esveld / Razão Automóvel

Como se explica este aumento?

Para ganhar estes quilómetros extra a Opel deu ao Corsa-e e ao Mokka-e pneus com classificação energética A+, para uma menor resistência ao rolamento, uma nova relação final da caixa redutora (apenas uma relação) e uma nova bomba de calor.

LEIAM TAMBÉM: Novo Opel Astra (vídeo). O último com motor a combustão

Com a ajuda de um sensor de humidade instalado na parte superior do para-brisas, o funcionamento da bomba de calor foi otimizado de forma a melhorar a eficiência energética do aquecimento e do ar condicionado, controlando com maior precisão a recirculação de ar no habitáculo.

Quando chegam estas novidades?

Estas melhorias vão começar a ser introduzidas nestes dois modelos já a partir do início de 2022.

Sabe responder a esta?
Em que ano a Opel deixou cair o nome Kadett?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

As muitas máscaras do Opel Kadett
Em cheio!!
Vá para a próxima pergunta

ou leia o artigo sobre este tema:

As muitas máscaras do Opel Kadett

Mais artigos em Notícias