Type 132. O próximo Lotus vai ser um SUV 100% elétrico

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Teaser

Type 132. O próximo Lotus vai ser um SUV 100% elétrico

A Lotus revelou o primeiro teaser do seu inédito SUV 100% elétrico, que tem o código interno de Type 132. Revelação final e nome definitivo em 2022.

Há largos anos que a possibilidade de um Lotus SUV tem sido avançada, mas fosse qual fosse a razão, nunca chegou a concretizar-se… para gáudio dos puristas. Mas agora tornou-se definitivamente real.

A Lotus acaba de divulgar o primeiro teaser do seu primeiro SUV de sempre, conhecido por agora pelo nome de código Type 132, e que para mais será apenas e só elétrico. Não podia ser um maior contraste para o que conhecemos do pequeno construtor de Hethel.

Este inédito SUV faz parte de um plano ambicioso de restruturação e crescimento da Lotus, delineado após a aquisição do construtor por parte da Geely (a dona da Volvo e Polestar).

VEJAM TAMBÉM: LEVA. A nova plataforma da Lotus para desportivos 100% elétricos
Lotus novos elétricos
Até 2026 a Lotus lançará quatro novos modelos 100% elétricos que reinventarão o construtor britânico.

É o primeiro de quatro modelos 100% elétricos que a marca britânica vai lançar até 2026 e que contempla outro SUV (Type 134, mais pequeno), uma berlina «coupé» de quatro portas (Type 133) e um desportivo bilugar (Type 135) que também dará origem ao sucessor do Alpine A110.

A outra grande novidade é que alguns destes modelos elétricos serão produzidos numa nova fábrica localizada, não em Hethel, Reino Unido, mas em Wuhan, na China, que fará companhia ao novo quartel-general da Lotus Technology.

Type 132. O que já sabemos?

O novo SUV elétrico da Lotus vai posicionar-se, ao que tudo indica, no segmento E, onde habitam modelos como o Porsche Cayenne. Recordamos que apesar de toda a controvérsia, o Cayenne trouxe e traz grandes fortunas à marca de Zuffenhausen, o que garantiu níveis de crescimento sem precedentes. Terá o Type 132 o mesmo efeito na Lotus?

O Lotus Type 132 contará com baterias entre 92-120 kWh, uma arquitetura de 800 V para carregamentos mais rápidos, e os números de potência que andam a ser avançados são «gordos»: entre (pouco mais de) 600 cv e 750 cv.

Curiosamente, números sobre a possível massa (leveza sempre foi uma parte fundamental do ADN da Lotus) deste SUV fazem-se sentir pela sua ausência — não se prevê que seja um peso-pluma, mas a Lotus tem como ambição, pelo menos, que todos os seus modelos sejam os mais leves das suas respetivas classes.

Lotus Type 132

No teaser publicado pela Lotus, a aerodinâmica do SUV deverá ser alvo de particular atenção, um aspeto crucial no desenvolvimento destes elétricos mais recentes. No vídeo publicado vemos a entrada de ar inferior ativa (formada por um padrão hexagonal), ou seja, com aletas que podem abrir e fechar, favorecendo ou a refrigeração (neste caso das baterias) ou a aerodinâmica.

Podemos ainda ver abaixo dessa entrada de ar a textura inconfundível da fibra de carbono no splitter dianteiro. Será que este material fará parte integral da construção do modelo?

Teremos de aguardar agora por 2022 para a revelação total e também para saber como se chamará: suspeitamos que o nome comece pela letra “E”.

Mais artigos em Notícias