Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Venda

Lamborghini Veneno, Centenario e Sián à venda e todos no mesmo sítio

Não é todos os dias que encontramos três dos mais especiais Lamborghini recentes — Veneno, Centenario e Sián — à venda no mesmo local.

O Veneno, Centenario e Sián fazem parte de um grupo (ainda mais) especial de Lamborghini, de produção muito mais limitada ou mesmo exemplares únicos.

Um «piscar de olho» aos colecionadores ou uma forma de satisfazer as exigências dos clientes que acham um Aventador «comum», ou um pouco dos dois, o que é certo é que a Lamborghini tem adicionado com regularidade este tipo de modelos ao seu portefólio.

Quando são revelados ao público já a (curta) produção está totalmente alocada, mesmo sabendo que o preço de cada unidade ascende a sete algarismos. Ou seja, para adquirir um, pode não ser suficiente ter os «bolsos mais fundos». Pode ser necessário… esperar para que voltem ao mercado.

VEJAM TAMBÉM: 6 Lamborghini especiais, porque os outros são demasiado “banais”
Lamborghini Aventador S
O Lamborghini Aventador foi o ponto de partida para o Veneno, Centenario e Sián.

E neste caso, as estrelas parecem ter-se alinhado para a alemã Luxcars, especializada na venda de super e hipercarros, que tem no seu inventário ao mesmo tempo dois Lamborghini Veneno (um coupé e um Roadster), dois Centenario e três Sián (dois coupé e um Roadster).

No caso do trio de Sián, tratam-se de unidades ainda por construir, com a Luxcars a ter conseguido três unidades na limitada produção do supercarro — no total vão ser produzidos 63 Sián FKP 37 e 19 Sián Roadster —, ou seja, o futuro proprietário pode especificar o Sián a seu gosto.

Apesar de distintos, o Veneno, Centenario e Sian têm em comum a base e mecânica do Aventador.

Ou seja, isto significa que os três vêm o 6.5 V12 naturalmente aspirado do superdesportivo italiano, colocado em posição central traseira, acoplado a uma transmissão semiautomática de sete velocidades e tração às quatro rodas.

Veneno

De todos eles é o Lamborghini Veneno o mais raro e… caro. Concebido para celebrar o 50.º aniversário da marca, o Veneno foi revelado em 2013 como um coupé, do qual apenas três exemplares foram construídos. Mais tarde, em 2015, seria revelado o Veneno Roadster, do qual foram produzidas nove unidades.

A raridade faz com que o coupé apresente um preço de 7,99 milhões de euros, mas para saber o preço do Roadster, há que o requisitar à Luxcars. Nenhum deles parece ter sido usado, pois o odómetro só acusa os quilómetros de entrega.

Centenario

O Lamborghini Centenario foi revelado em 2016 e o seu nome é uma referência ao 100.º aniversário do fundador da marca, Ferruccio Lamborghini. Foram produzidos 20 unidades do coupé e 20 unidades do roadster, com o V12 a debitar 770 cv, mais 20 cv do que no Veneno.

Também só há preço para um dos dois Centenario à venda, que tem apenas 500 km no odómetro: praticamente 1,8 milhões de euros.

VEJAM TAMBÉM: Evolução. Fotos-espia antecipam Lamborghini Urus “EVO”

Sián

Por fim, mas não menos importante, temos o Sián, revelado em 2019 como coupé (FKP 37) e em 2020 como Roadster. É o primeiro Lamborghini eletrificado de sempre, com um pequeno motor elétrico de 37 cv a auxiliar o enorme V12 de 785 cv, permitindo atingir uma potência máxima combinada de 819 cv… Pelo menos enquanto há energia no supercondensador.

Como foi referido, os três são novos, com os dois FKP 37 a ficarem por 2,79 milhões de euros e 2,89 milhões, enquanto o mais raro Roadster a apresentar um preço de 3,29 milhões de euros.

Mais artigos em Notícias