Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Superdesportivos

Fica a conhecer os dois primeiros Lamborghini Sián a chegar ao Reino Unido

Só há três Lamborghini Sián com destino ao Reino Unido e dois deles já chegaram. Um evento que mereceu até uma sessão fotográfica especial.

No total serão produzidos 63 Lamborghini Sián FKP 37 e 19 Lamborghini Sián Roadster. Destes apenas três vão chegar ao Reino Unido e, curiosamente, foram todos vendidos pelo mesmo representante, a Lamborghini London — um dos mais bem sucedidos distribuidores da marca.

Os dois primeiros exemplares já chegaram ao seu destino e, considerando o escasso número de Sián a serem produzidos, a Lamborghini London não se coibiu de marcar o momento com uma sessão fotográfica tendo a capital londrina como pano de fundo.

O par destes raros superdesportivos italianos, como não podia deixar de ser, foram cuidadosamente personalizados pelos seus novos proprietários.

VÊ TAMBÉM: O que escondem os números de Lamborghini Sián a produzir?

O exemplar negro vem com o tom Nero Helene com acentos em Oro Electrum e vários elementos em fibra de carbono. O interior segue o mesmo esquema cromático, com revestimentos em pele Nero Ade com pespontos em Oro Electrum.

O exemplar cinzento vem com o tom Grigio Nimbus com pormenores em Rosso Mars. Por dentro também temos revestimento em pele Nero Ade com acentos contrastantes em Rosso Alala.

Lamborghini Sián, muito mais que um Aventador modificado

O Lamborghini Sián é o primeiro superdesportivo da marca italiana eletrificado. Um auxílio que faz do Sián o mais potente Lamborghini de estrada de sempre, alcançando os 819 cv. Desse expressivo número de equídeos, 785 cv provém do V12 atmosférico de 6,5 l — o mesmo do Aventador, mas aqui ainda mais potente —, enquanto os 34 cv em falta provém do motor elétrico (48 V) que se encontra acoplado à transmissão semi-automática de sete velocidades.

A máquina elétrica difere de outras propostas hibridizadas ao não vir com uma bateria, mas sim com um super-condensador. Este é capaz de armazenar 10 vezes mais energia que uma bateria de iões de lítio e é mais leve que uma bateria com igual capacidade. A máquina elétrica resulta em apenas 34 kg adicionais à cadeia cinemática do Sián.

Além do “boost” de potência, os engenheiros da marca italiana dizem que permite ainda melhorar em cerca de 10% as recuperações e o motor elétrico é também usado para suavizar as passagens de relação, “injetando” binário durante o intervalo de passagem. A vantagem do super-condensador é que demora tanto tempo a carregar como descarregar — em meros segundos — com o carregamento a ser providenciado pela travagem regenerativa.

Previsivelmente o Lamborghini Sián é rápido, muito rápido: bastam 2,8s para atingir os 100 km/h (2,9s para o Roadster) e atinge os 350 km/h de velocidade máxima.

Por fim, a raridade dita também o preço: 3,5 milhões de euros, sem impostos.

Mais artigos em Notícias